Vinícius Mendonça a Rodrigo Gomes oficializam apoios no II Encontro dos Amigos

Um texto do jornalista Igor da Nóbrega

 Rodrigo e Vinícius Mendonça(1)O II Encontro dos Amigos confirmou a importante aliança firmada entre os candidatos a deputado estadual Rodrigo Gomes (PSC-PE) e deputado federal Vinícius Mendonça (DEM-PE), filho do ex-governador e ex-ministro da Educação, Mendonça Filho.

A parceria vai contemplar a capital pernambucana. O evento recebeu cerca de 300 pessoas no auditório do Hotel Marante Executive, no Recife, na noite desta sexta (10)

De acordo com o empresário e também professor universitário, Rodrigo Gomes, a iniciativa vai ao encontro do legado existente entre as famílias Gomes e Mendonça na história da política pernambucana.

“Vinícius é alegre, jovem, leve e que tem meu perfil. A gente já teve uma identidade lá trás, fizemos parte do mesmo partido. Meu pai foi do Democratas, do PFL, junto com Mendoncinha, então tem uma afinidade política decisiva na construção dessa parceria, que é baseada numa renovação”, explicou.

Vinícius Mendonça destaca a satisfação e responsabilidade da aliança firmada.

“Participar desse encontro da família Gomes é muito prazeroso para mim. É uma família que tem a imagem do patriarca Dr. Romildo, que é uma pessoa com anos de experiência na vida pública, serviços prestados à comunidade. A responsabilidade te tocar esse trabalho junto com Rodrigo é imensa. Rodrigo é uma pessoa extraordinária, tem todas as qualidades que seu pai possui e eu espero construir uma história muito positiva ao lado dele”, disse.

O encontro, que promoveu ainda um bate papo entre os candidatos e os presentes, foi encerrado com a música da campanha de Rodrigo Gomes. Em seguida, os convidados participaram de um Coffee Break na área da piscina do hotel.

O encontro contou com a presença do ex-vereador da cidade do Recife por nove mandatos consecutivos, Romildo Gomes Filho; do suplente de vereador, Romildo Gomes Neto; da suplente de vereadora de Olinda, Sandra Britto; da suplente de vereadora de Recife, Priscila Ferraz; do diácono da Igreja Matriz da Torre, Teixeira; dentre outras lideranças.

Jovens encenam diálogo sobre responsabilidade do voto

O público presente acompanharam ainda a breve encenação das jovens Maria Tereza Albuquerque e Gabriela Santos, retratando a importância do voto entre os eleitores de primeira viagem.

Sobre Rodrigo Gomes

Rodrigo é filho do ex-vereador Romildo Gomes Filho e neto do também ex-vereador recifense Romildo Gomes, que esteve à frente por quatro mandatos na Câmara Municipal do Recife. “A história deles sempre foi voltada à política do bem, a política do povo e das massas. Essa continuará sendo minha linha de trabalho, pensando no bem estar social e no calor humano”, afirmou.

O professor universitário vem trabalhando pela educação há quase 15 anos, desenvolvendo ainda importantes ações nas áreas social e cultural.

Sobre Vinícius Mendonça

Pernambucano, nascido em Recife, Vinícius Mendonça é formado em Engenharia de produção pela PUC-RJ. Trabalhou na H.I.G. Brasil como investidor, para ajudar empresas de médio porte a crescerem, gerando emprego e renda em todo o Brasil. Trabalhou também na FALCONI como consultor de gestão, aperfeiçoando o sistema de gestão de clientes nas esferas pública e privada.

Acompanha a política de Pernambuco desde criança e quer fazer parte da boa política do país.

 

“Cadê os ídolos?” – Um texto de Carlos Moura Gomes

carlosA lei só é Lei caso haja justiça. As quase 200 mil leis existentes no Brasil, servem muito mais para proteger os ricos e punir os pobres.

O saudoso Dom Francisco costumava dizer que antes de pleitear qualquer coisa, temos que lutar, sempre, por justiça.

No início deste mês, a cidade de Afogados da Ingazeira e outras do Pajeú, foram surpreendidas com uma grandiosa operação envolvendo vários órgãos federais de fiscalização em vigilância sanitária, meio ambiente e afins.

Diversos pequenos comerciantes tiveram seus estabelecimentos “lacrados” com apreensão de mercadorias e, portanto, impedidos de trabalhar para manterem suas famílias.

Igualmente, humildes agricultores foram “visitados” por esse grupo de servidores que mais demonstraram vontade de punir que informar com referência as normas vigentes.

Lembramos aos agentes que vieram, de maneira grosseira, inesperada e até antiética para com os órgãos assemelhados aqui existentes, que avisem aos seus superiores que, antes de autorizar uma operação de guerra dessa envergadura, CUMPRAM o Artigo 6 da nossa Constituição nos proporcionando direitos sociais, tais como educação, saúde, alimentação, trabalho, moradia, transporte, lazer, segurança, previdência social, proteção à maternidade e à infância, e assistência aos desamparados…  Tudo isso é OBRIGAÇÃO do Estado.

Fiquei e ainda estou muito triste. Como cidadão e amante desse Pajeú não poderia, jamais, omitir meu descontentamento com as autoridades da nossa região. Ora, como conseguem calar perante tamanha agressão aos honrados trabalhadores sertanejos?

Todo bom gestor sabe, ou deveria saber, que desde 1942  “ninguém se escusa de cumprir a lei, alegando que não a conhece.” Então, porque não informou a todo o comércio de sua cidade?

O lógico é prevenir com informação do que ter que ver seus munícipes punidos de forma duvidosa. E mais, é tarefa de quem exerce liderança sobre uma comunidade impedir que ações “misteriosas” desse tipo, venham, não apenas multar ou punir, mas aterrorizar todo um povo.

O que mais se espera de um chefe do Executivo Municipal é, além da honestidade, a coragem de defender seus habitantes de constrangimentos e sofrimentos que, quando ocorre como nesse caso, leva algum tempo para cicatrizar.

A Lei nem sempre é justa, talvez por isso mesmo muitas são revogadas; diferentemente da Justiça que tem como finalidade a transformação social; como escreveu Rui Barbosa “Eu não troco a justiça pela soberba.

Eu não deixo o direito pela força. Eu não esqueço a fraternidade pela tolerância. Eu não substituo a fé pela superstição, a realidade pelo ídolo.”

Solidariamente,

 __________________________

CARLOS MOURA GOMES – Afogados da Ingazeira/PE agosto/2018

Salão do Automóvel, neste fim de semana, no Caruaru Shopping

O Caruaru Shopping está realizando, desde a quinta-feira (9), o 3º Salão do Automóvel.

carroO evento acontece até este domingo, dia 12 de agosto, reunindo as principais novidades da indústria automobilística. Estão disponíveis dezenas de modelos para venda e em exposição.

São várias fábricas que estão expondo suas novidades, incluindo modelos 2019. Entre elas estão a Honda, Chevrolet, Nissan, Fiat, Toyota, Audi, Land Hover, Hyundai, Volkswagen e a Renault.

O Salão do Automóvel acontece no Pavilhão de Eventos e segue o horário do Shopping, ou seja, aberto ao público das 10h às 22h.

Para Walace Carvalho, gerente de Marketing do Caruaru Shopping, promover a terceira edição do Salão do Automóvel é uma satisfação ímpar para o centro de compras e convivência.

“Temos aqui as maiores novidades e lançamentos de montadoras nacionais, além de vários modelos importados. Uma excelente oportunidade para quem pensa em trocar de carro ou até mesmo conhecer os novos lançamentos”, destacou.

O Caruaru Shopping também está com a exposição Arte Acrílica, do renomado artista plástico Ricardo Queiroz.

Nessa exposição, que acontece na galeria do centro de compras e convivência (no corredor do hipermercado), o artista traz uma novidade muito peculiar em seu trabalho: transformar objetos e peças utilitárias em obras de arte.

“De repente, você tem um balde de gelo ou uma caixa para guardar fotografias ou joias que são, na verdade, obras de arte. Minha ideia é deixar o dia a dia das pessoas mais belo e com requinte”, disse Ricardo Queiroz, que realiza pinturas sobre o MDF.

om mais de 200 operações, estacionamento com 3.300 vagas, o Caruaru Shopping é o maior centro de compras do Norte e Nordeste. O local é dotado ainda de um hotel com mais de 145 apartamentos e um edifício empresarial.

O Caruaru Shopping fica localizado na Avenida Adjar da Silva Casé, 800, no Bairro Indianópolis.

_____________________________

De: massa comunicacao <massa9comunicacao@gmail.com>

ARCANO DO TERCEIRO MILÊNIO. (um texto de Thales A. R. Galhardo. FRC MI.:)

thales 3CIÊNCIA, RELIGIÃO, ESOTERISMO E ESTADO.

Thales A. R. Galhardo. FRC MI.:

Desprezar as ciências humanas e exatas além de um estudo profundo sobre as culturas dos povos antigos é no mínimo indicio de um baixo letramento de um individuo e uma total ignorância; e no máximo fanatismo.

Infelizmente, alguns dos lideres religiosos, do mundo contemporâneo, aproximam-se desse perfil. Ser um pesquisador, um buscador das verdades humanas e eternas não constitui nenhum pecado.

O estudante de hoje é o sábio do futuro. As civilizações, de outrora, evoluíram através de suas próprias experiências e dos resultados adquiridos ao longo da existência, tanto no campo material quanto no campo espiritual.

Muitos dos grandes líderes espiritualistas da humanidade, do Oriente ao Ocidente, deixaram, no bojo de seus legados, lições de amor ao próximo, desapego às coisas materiais, moral e ética sublime.

Não promoveram dogmas ou se autonomearam juízes e sábios, não inventaram nem se declararam fundadores dessa ou daquela religião.

Não obrigaram ninguém a segui-los; não mudaram nem se intrometeram em nenhum sistema político e muito menos atrapalharam o desenvolvimento da ciência, mesmo no tempo da ofusca Idade Média, diante das experiências empíricas.

Separar o Estado da religião é obvio, é correto, uma vez que nenhuma teocracia deu certo, até nossos dias, diz a história! Um Estado laico é o orbe perfeito para a diversidade religiosa e a prática das ciências do homem e das ciências ocultas.

Um povo que desenvolveu a consciência ética e moral como suas principais virtudes atingem facilmente o alvo da evolução, do universalismo (do ecumenismo) ou do racionalismo científico e da boa convivência entre si.

Não fosse a ciência da arqueologia, da paleontologia, da história e da linguística não teríamos comprovações científicas que dão mais e mais embasamento às pesquisas, como: a localização do Gólgota, a Fonte de Siloé, a casa de Pedro, o túmulo de Herodes, o Grande; uma lápide referente a Pôncio Pilatos, o suposto barco de Jesus, os pergaminhos e papiros decifrados, canônicos ou apócrifos, etc.

Sem falar da excepcional e fantástica arqueologia egípcia.  Não fossem os testes de datação (em carbono 14) esses objetos ficariam sem credibilidade cientifica. Muitos achados acidentais e prospecções arqueológicas, na Palestina, nos remetem às origens do cristianismo.

É verdade que se tem poucas informações e registros, científicos, sobre o Jesus histórico, mas as pistas deixadas pelos historiadores: Suetônio, Tácito e Flávius Josepho são convincentes e batem com a identificação dos achados, acima citados.

As descobertas de inúmeros evangelhos, apócrifos, em meados do século XX, nos trouxeram informações importantes sobre Jesus histórico e para a ciência. Enquanto para a igreja, essas relíquias foram desprezadas.

Esse material que hoje está sob a custódia de museus, especializados, são verdadeiros e comprovados cientificamente. Grande parte das Escrituras foi destruída pela ação do tempo ou desmando de alguns guardiões religiosos, em antigos conventos. Muitos desses documentos foram salvos por técnicas modernas de restauração com equipamentos avançados.

É verdade que a ciência colocou em cheque certas passagens bíblicas.  Pesquisadores apontam erros de tradução, discordâncias entre Evangelhos; traduções, versões e interpretações que não condizem com os textos originais que resultaram em muitas perdas no que tange aos ensinamentos secretos (místicos) da Iniciação Hebraica (no Antigo Testamento).

O que ocorre também com o simbolismo hermético entre outros assuntos que dizem respeito ao esoterismo nos dois Testamentos. Para especialistas nessa linha de pesquisa, os tradutores das Escrituras não foram capazes de entender as Verdades Eternas, o profundo esoterismo e a tradição primordial contidas nas Escrituras.

Quer queiram ou não, as autoridades religiosas do mundo contemporâneo, a ciência é coadjuvante das religiões. O incômodo é o contratempo quando uma descoberta científica abala um dogma ou quando a história, dos costumes e tradições, revela um novo elemento que contradiz algumas passagens narradas nas Escrituras.

Os olhares das ciências nos ajudam a desvendar os mistérios sobre a vida do homem na Terra: o que ele pensa, o que ele faz e o que ele é. Enquanto as religiões deveriam focar os ensinamentos que nos levam ao Caminho do retorno, ao coração da divindade.

Porquanto os pilares das religiões, os dogmas podem ruir um dia! A internet é a grande porta do terceiro milênio, lá, nas nuvens, estão disponíveis assuntos como: estudos e experiências avançadas no campo da parapsicologia, da física quântica, da projeciologia, da conscienciologia, regressão à vidas passadas, das experiências de EQM (já comprovada pela medicina), os avanços do Espiritismo científico, estudos sobre a aura humana, transmigração, psicotrônica, sofrologia, psicometria, apometria, ideoplastia, etc. E o mais intrigante a ufologia.

Não há nenhuma heresia em percorrer outros caminhos para se estudar as religiões e suas escrituras. Buscar a verdade é da vontade do Cosmos, de Deus, que o homem chegue a sua plenitude espiritual pelas vias diversas do saber.

Através das ciências e com apoio das tecnologias avançadas, da atualidade, vai ficando, cada vez mais, difícil de entender e aceitar algumas partes das Escrituras sob o escopo da fé! Assinar um papel em branco e entregar ao seu pastor para daí em diante acreditar em tudo que ele diz é colocar a sua fé em cheque mate!

O que se conquista através da fé é o merecimento e não o fato de acreditar simplesmente em algo apenas intangível. Muitas pessoas, que se dizem religiosas (cristãs) apostam na fé, cegamente, mas não deixam de se cuidarem quando estão doentes vão ao médico e tomam os remédios enquanto outras correm para os centros espiritas e outras formas de curas.

Os ditos milagres e as graças recebidas, as curas, repito, são merecimentos daquelas emancipações de vida, na terra, que se alinharam, no passado e se alinham no presente, com a espiritualidade.

Para as Igrejas a fé está fundamentada nos Evangelhos cuja personalidade central é uma divindade onipresente e onisciente e remete ao Cristo Jesus essa dualidade Cósmica. Ora, essa dualidade Divina é DEUS, a força Cósmica que está no todo e em tudo, é a célula universal que habita em toda natureza. Todos os, místicos, esoteristas, herméticos, ocultistas, espíritas, etc. sabem disso!

Pergunta que incomoda: Deus é Jesus ou Jesus é Deus? O fato é que a Igreja Romana tornou-se proprietária das Escrituras, desde o Concílio de Niceia (325 d.C.), e ergueu a autoridade pontifícia sobre todos os temas inerentes não deixando qualquer possibilidade para novas apreciações. Os ensinamentos verticais de certas religiões provocam uma lavagem cerebral tornando mais impenetrável o véu da obscuridade espiritual.

Permita-se cruzar o portal da sabedoria e romper os obstáculos. Sejamos buscadores das verdades eternas para desvendar e adquirir o SUMMUM SABER!

____________________*

Thales Antônio Rodrigues Galhardo. E-mail: pedemoleque.gravata@gmail.com  

SEIS (6) Candidatos ao governo de PE nas eleições de 2018: veja quem são

ELEIÇÕESVeja nomes definidos em convenções de partidos para a disputa ao governo de Pernambuco nas eleições de 2018, em ordem alfabética.

Armando Monteiro (PTB)

Armando Monteiro é candidato ao governo de Pernambuco pelo PTB (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

Armando Monteiro é candidato ao governo de Pernambuco pelo PTB (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

A coligação “Pernambuco Vai Mudar” oficializou, neste sábado (4), a candidatura de Armando Monteiro Neto (PTB) ao governo de Pernambuco. O anúncio foi feito na convenção da chapa, realizada no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda.

Além do PTB, outros 12 partidos compõem a coligação: DEM, PSDB, PRB, Podemos, PSC, PPS, PMB, PSDC, PV, PSL, PHS e PRTB. O vereador do Recife Fred Ferreira (PSC) é o candidato a vice do grupo.

Natural do Recife, Armando Monteiro Neto tem 66 anos e é formado em administração pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), no Rio de Janeiro, e em direito pela Universidade Federal de Pernambuco.

Ele exerce mandato de senador por Pernambuco desde 2011. Foi eleito deputado federal por três vezes (1998, 2002 e 2006), presidente da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), presidente da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), além de ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior na gestão da ex-presidente Dilma Rousseff.

Dani Portella

Dani Portela é candidata ao governo de Pernambuco pelo Psol (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)

Dani Portela é candidata ao governo de Pernambuco pelo Psol (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)

A coligação “A Esperança Vence o Medo” oficializou, neste sábado (4), a candidatura de Dani Portela (Psol) ao governo de Pernambuco. O anúncio foi feito na convenção da chapa, realizada na Casa Marielle Franco, sede do Partido Socialismo e Liberdade, no Centro do Recife.

Além do Psol, o Partido Comunista Brasileiro (PCB) também faz parte da chapa majoritária, com a candidatura da educadora social Gerlane Simões a vice-governadora.

Natural de Olinda, Danielle Gondim Portela dos Santos é advogada e historiadora formada pela Universidade Católica de Pernambuco e tem mestrado em História pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Atuou como professora pela Universidade Federal da Paraíba e como pesquisadora vinculada ao Departamento de Paleontologia da UFPE.

Atualmente, a candidata do Psol atua como advogada popular especializada em questões de violência contra a mulher e também atua em questões sindicais.

Júlio Lóssio (Rede)

Júlio Lóssio é candidato ao governo de Pernambuco pela Rede (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

Júlio Lóssio é candidato ao governo de Pernambuco pela Rede (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

A Rede Sustentabilidade oficializou, na sexta-feira (3), a candidatura de Júlio Lóssio ao governo de Pernambuco. O anúncio foi feito na convenção do partido, realizada em um hotel no Pina, bairro da Zona Sul do Recife.

Nascido em Manaus, no Amazonas, Júlio Lóssio tem 46 anos e é formado em medicina na Universidade Federal de Pernambuco, além de ter especialização em oftalmologia clínica e cirúrgica.

Ele foi eleito prefeito de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, em 2008 e foi reeleito para o cargo em 2012, em ambos os mandatos como filiado do Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Desde fevereiro de 2018, é filiado à Rede Sustentabilidade.

Maurício Rands

Maurício Rands é candidato ao governo de Pernambuco pelo Pros nas eleições 2018 (Foto: Larissa Pereira/TV Globo)

Maurício Rands é candidato ao governo de Pernambuco pelo Pros nas eleições 2018 (Foto: Larissa Pereira/TV Globo)

A coligação “O Pernambuco que Você Quer” oficializou, neste domingo (5), a candidatura do advogado Maurício Rands (Pros) ao governo de Pernambuco nas Eleições 2018. A convenção ocorreu no Empresarial RioMar, no bairro do Pina, na Zona Sul do Recife.

Além do Pros, a coligação inclui o PDT, com a candidatura da vereadora Isabella de Roldão a vice-governadora, e o Avante.

Natural do Recife, Maurício Rands tem 56 anos, é formado em direito pela Universidade Federal de Pernambuco e tem PHD pela Universidade de Oxford, nos Estados Unidos. Foi eleito deputado federal em 2002 e continuou no cargo até 2012, por três mandatos seguidos. Ele atua como secretário de Acesso a Direitos e Equidade da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Paulo Câmara

Paulo Câmara é candidato ao governo de Pernambuco pelo PSB nas eleições 2018 (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

Paulo Câmara é candidato ao governo de Pernambuco pelo PSB nas eleições 2018 (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

A coligação “Frente Popular de Pernambuco” oficializou, neste domingo (5), a candidatura do governador Paulo Câmara (PSB) ao governo de Pernambuco nas Eleições 2018. A convenção ocorreu no Clube Internacional do Recife, na Zona Oeste da cidade.

Além do PSB, outros 11 partidos compõem a chapa: SD, PPL, PMN, PSD, PR, PP, PCdoB, PT, MDB, Patriota e PRP. A atual deputada federal Luciana Santos (PCdoB) foi apresentada como vice da chapa.

Natural do Recife, Paulo Henrique Saraiva Câmara tem 45 anos e é formado em economia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Pela mesma instituição, é especialista em Contabilidade e Controladoria Governamental e mestre em Gestão Pública.

Câmara também é auditor concursado do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e atua no governo de Pernambuco desde a gestão de Eduardo Campos (PSB), iniciada em 2007. Durante o governo do socialista, foi secretário de Turismo e da Fazenda. Em 2014, foi eleito governador de Pernambuco com 68% dos votos.

Simone Fontana (PSTU)

Simone Fontana é candidata ao governo de Pernambuco pelo PSTU (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

Simone Fontana é candidata ao governo de Pernambuco pelo PSTU (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

O Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) oficializou, na quarta-feira (1º de agosto), a candidatura de Simone Fontana ao governo de Pernambuco. O anúncio ocorreu na sede do Movimento de Trabalhadores Cristãos do Recife, no Centro da capital pernambucana. O candidato a vice é o sindicalista Jair Pedro.

Natural de São Paulo, Simone Fontana é professora, tem 52 anos e é uma das fundadoras do PSTU em Pernambuco. Formada em pedagogia pela Faculdade Frassinetti do Recife (Fafire) e pós-graduada em educação e linguagem pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), ela atua na rede estadual de ensino desde 1985 e na municipal desde 1996.

Já foi candidata a senadora, a deputada estadual, a prefeita e a vereadora da capital pernambucana, além de ter sido dirigente do Sindicato dos Professores do Recife (Simpere).

 

pere).

13 CANDIDATOS – Veja os nomes confirmados pelos partidos para a disputa pela Presidência da República nas eleições de 2018

urnaVeja os nomes confirmados pelos partidos para a disputa pela Presidência da República nas eleições de 2018, em ordem alfabética:

Alvaro Dias (Podemos)

O senador Alvaro Dias, candidato do Podemos à Presidência, durante a convenção do partido (Foto: Geraldo Bubniak/AGB/Estadão Conteúdo) O senador Alvaro Dias, candidato do Podemos à Presidência, durante a convenção do partido (Foto: Geraldo Bubniak/AGB/Estadão Conteúdo)

O senador Alvaro Dias, candidato do Podemos à Presidência, durante a convenção do partido (Foto: Geraldo Bubniak/AGB/Estadão Conteúdo)

O Podemos confirmou o senador Alvaro Dias como candidato à Presidência em convenção neste sábado (4), em Curitiba. O vice da chapa é o economista Paulo Rabello de Castro, do PSC, que desistiu de ter candidatura própria.

Dias cumpre o quarto mandato de senador (três consecutivos desde 1999 e um de 1983 a 1987). Entre 1987 e 1991, foi governador do Paraná. Começou a carreira política no PMDB. Depois passou por PST e PP, até se filiar ao PSDB, em 1994.

Em 2001, foi expulso por agir contra orientações do partido, mas retornou em 2003 e voltou a sair em janeiro de 2016, para entrar no PV. No ano seguinte foi para o Podemos, antigo PTN, partido pelo qual anunciou a pré-candidatura à Presidência da República em novembro, durante evento no Rio de Janeiro.

Cabo Daciolo (Patriota)

Ao centro da foto, Cabo Daciolo e Suelene Balduino, do Patriota (Foto: Adriano Oliveira/G1) Ao centro da foto, Cabo Daciolo e Suelene Balduino, do Patriota (Foto: Adriano Oliveira/G1)

Ao centro da foto, Cabo Daciolo e Suelene Balduino, do Patriota (Foto: Adriano Oliveira/G1)

Benevenuto Daciolo Fonseca dos Santos, de 42 anos, foi eleito deputado federal pelo Rio de Janeiro nas eleições de 2014. Ele disputará a Presidência pela primeira vez.

Ciro Gomes (PDT)

O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, durante convenção do partido no dia 20 de julho (Foto: Walterson Rosa/Framephoto/Estadão Conteúdo) O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, durante convenção do partido no dia 20 de julho (Foto: Walterson Rosa/Framephoto/Estadão Conteúdo)

O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, durante convenção do partido no dia 20 de julho (Foto: Walterson Rosa/Framephoto/Estadão Conteúdo)

O PDT definiu o nome de Ciro Gomes como candidato à Presidência em convenção partidária em 20 de julho, em Brasília. A senadora Kátia Abreu, também do PDT, será a candidata a vice, disse o presidente nacional do partido, Carlos Lupi, em decisão que deve ser oficializada nesta segunda-feira (6).

Atual vice-presidente do partido, Ciro Gomes foi ministro da Fazenda entre setembro de 1994 e janeiro de 1995, período do final do governo de Itamar Franco e início do governo Fernando Henrique Cardoso. Foi também ministro da Integração Nacional, entre janeiro de 2003 e março de 2006, no primeiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva.

Disputou a Presidência duas vezes (1998 e 2002, derrotado em ambas). Foi governador do Ceará, prefeito de Fortaleza e deputado estadual e federal pelo Ceará. Já se filiou a sete partidos (PDS, PMDB, PSDB, PPS, PSB, PROS e PDT).

Geraldo Alckmin (PSDB)

O ex-governador de SP Geraldo Alckmin durante convenção do PSDB, em Brasília (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo) O ex-governador de SP Geraldo Alckmin durante convenção do PSDB, em Brasília (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

O ex-governador de SP Geraldo Alckmin durante convenção do PSDB, em Brasília (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

Médico de formação, Geraldo Alckmin começou a carreira pública em Pindamonhangaba, onde se elegeu vereador em 1973. Depois, foi prefeito da cidade e deputado estadual e federal por São Paulo. Em 1986, se elegeu deputado constituinte federal. Em 1988, deixou o PMDB, partido que integrava até então, para fundar o PSDB. Em 2001, assumiu o governo de São Paulo após a morte do então governador Mário Covas. Se reelegeu em 2002.

Em 2006, Alckmin disputou a Presidência e perdeu para o então presidente Lula. Em 2010, elegeu-se novamente para o governo de São Paulo, reeleito em 2014. Em dezembro de 2017, foi eleito presidente nacional do PSDB e anunciou a pré-candidatura para o Palácio do Planalto.

Guilherme Boulos (PSOL)

Guilherme Boulos, candidato do PSOL à Presidência (Foto: Gabriela Biló/Estadão Conteúdo) Guilherme Boulos, candidato do PSOL à Presidência (Foto: Gabriela Biló/Estadão Conteúdo)

Guilherme Boulos, candidato do PSOL à Presidência (Foto: Gabriela Biló/Estadão Conteúdo)

O PSOL confirmou em convenção nacional em 21 de julho, em São Paulo, a escolha de Guilherme Boulos como candidato à Presidência da República. A candidata a vice-presidente é a ativista indígena Sônia Guajajara, também do PSOL.

Boulos tem 36 anos e é coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST). Ele disputará a Presidência pela primeira vez. Antes de se tornar líder do MTST, Boulos foi militante estudantil na União da Juventude Comunista e se formou em Filosofia pela Universidade de São Paulo (USP).

Filiou-se em março ao PSOL. No mesmo mês, foi lançado como pré-candidato após receber maioria dos votos em disputa com outros três nomes do partido.

Henrique Meirelles (MDB)

O candidato do MDB à Presidência, Henrique Meirelles (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo) O candidato do MDB à Presidência, Henrique Meirelles (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

O candidato do MDB à Presidência, Henrique Meirelles (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

O MDB oficializou a candidatura de Henrique Meirelles nesta quinta-feira (2), em convenção em Brasília. O ex-governador do Rio Grande do Sul Germano Rigotto, também do MDB, será o vice na chapa.

Ex-ministro da Fazenda do governo Michel Temer, Meirelles fez carreira como executivo da área financeira. Ocupou a presidência do Bank of Boston no Brasil entre 1984 e 1996, quando foi escolhido para presidente mundial da companhia.

Em 2002, Meirelles se elegeu deputado federal pelo PSDB de Goiás. Em 2003, assumiu a presidência do Banco Central, escolhido pelo então presidente Lula. Comandou o BC até 2010, quando terminou o governo Lula. Em abril deste ano, trocou o PSD pelo MDB. Voltou a integrar o governo em 2016, como ministro da Fazenda, convidado Temer, que assumiu após o afastamento e posterior impeachment de Dilma Rousseff.

Jair Bolsonaro (PSL)

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, durante a convenção do partido (Foto: Ian Cheibub/Agif/Estadão Conteúdo) O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, durante a convenção do partido (Foto: Ian Cheibub/Agif/Estadão Conteúdo)

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, durante a convenção do partido (Foto: Ian Cheibub/Agif/Estadão Conteúdo)

O PSL confirmou o deputado federal Jair Bolsonaro como candidato da legenda à Presidência da República em 22 de julho, no Rio de Janeiro. O candidato a vice será o general Hamilton Mourão, do PRTB.

Militar da reserva, Bolsonaro cumpre o sétimo mandato consecutivo como deputado. Em 5 de janeiro, o parlamentar deixou o Partido Social Cristão (PSC) e anunciou que se filiaria ao PSL. Pouco depois, anunciou que pela sigla seria pré-candidato à Presidência, nona legenda à qual se filiou.

Atualmente o parlamentar é réu em ação penal no Supremo Tribunal Federal (STF) por suposto crime de apologia ao estupro e injúria, por afirmar que não estupraria a deputada Maria do Rosário (PT-RS) porque ela “não merece”. A defesa nega que Bolsonaro tenha feito apologia ao estupro.

João Amoêdo (Novo)

O candidato à Presidência pelo Partido Novo, João Amôedo (Foto: Bruno Rocha/Fotoarena/Estadão Conteúdo) O candidato à Presidência pelo Partido Novo, João Amôedo (Foto: Bruno Rocha/Fotoarena/Estadão Conteúdo)

O candidato à Presidência pelo Partido Novo, João Amôedo (Foto: Bruno Rocha/Fotoarena/Estadão Conteúdo)

O Partido Novo oficializou a candidatura de João Amoêdo à Presidência da República neste sábado (4). Ele terá como candidato a vice o professor universitário Christian Lohbauer, de 51 anos.

O empresário carioca de 55 anos fez carreira como executivo de empresas e, em novembro do ano passado, foi anunciado como pré-candidato a presidente do Partido Novo. Amoêdo é um dos fundadores da sigla, que presidiu entre setembro de 2015 e julho de 2017, quando se afastou por causa da pré-candidatura.

Formado em Engenharia Civil e Administração, teve a maior parte da atuação profissional em instituições financeiras. Foi vice-presidente do Unibanco e membro do conselho de administração do Itaú-BBA. Em 2011, passou a integrar o Conselho de Administração da construtora João Fortes. No mesmo ano, participou da fundação no Partido Novo.

João Goulart Filho (PPL)

João Goulart Filho, candidato a presidente pelo PPL (Foto: GloboNews/Reprodução) João Goulart Filho, candidato a presidente pelo PPL (Foto: GloboNews/Reprodução)

João Goulart Filho, candidato a presidente pelo PPL (Foto: GloboNews/Reprodução)

O PPL oficializou neste domingo (5), em convenção nacional em São Paulo, o nome de João Vicente Goulart, também conhecido como João Goulart Filho, como candidato do partido à Presidência da República. O professor da Universidade Católica de Brasília (UCB) Léo Alves é o vice na chapa.

Filho do ex-presidente João Goulart, deposto pelo golpe militar de 1964, Goulart Filho fundou um instituto em homenagem ao pai e disputará a Presidência pela primeira vez. Ele é autor do livro “Jango e Eu: Memórias de um exílio sem volta”.

José Maria Eymael (DC)

Presidenciável José Maria Eymael (Foto: Reprodução/GloboNews) Presidenciável José Maria Eymael (Foto: Reprodução/GloboNews)

Presidenciável José Maria Eymael (Foto: Reprodução/GloboNews)

O DC confirmou em convenção nacional em 28 de julho, em São Paulo, a escolha de José Maria Eymael como candidato à Presidência da República. O candidato a vice-presidente é o pastor Helvio Costa.

Presidente nacional do DC, Eymael já disputou quatro vezes a Presidência da República (1998, 2006, 2010 e 2014, derrotado em todas). Deputado federal constituinte em 1988, o candidato exerceu dois mandatos na Câmara dos Deputados (entre 1987 e 1995).

Luiz Inácio Lula da Silva (PT)

Lula discursa no sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo em foto de janeiro de 2018 (Foto: Leonardo Benassatto/Reuters) Lula discursa no sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo em foto de janeiro de 2018 (Foto: Leonardo Benassatto/Reuters)

Lula discursa no sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo em foto de janeiro de 2018 (Foto: Leonardo Benassatto/Reuters)

O PT confirmou em convenção nacional neste sábado (4), em São Paulo, a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República. O candidato a vice será o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, também do PT.

O metalúrgico e ex-sindicalista é lançado como candidato à Presidência pela sexta vez. Ele ocupou o cargo por dois mandatos consecutivos (2003-2006 e 2007-2010).

Lula está preso desde o começo de abril, condenado em segunda instância no caso do triplex em Guarujá, a doze anos e um mês de prisão, o que, de acordo com a lei da ficha limpa, o torna inelegível. Mas a questão precisa ser decidida pelo TSE e só pode ser julgada depois do registro oficial.

Manuela D’Ávila (PCdoB)

PC do B oficializa candidatura de Manuela D’Ávila à Presidência (Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo) PC do B oficializa candidatura de Manuela D’Ávila à Presidência (Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo)

PC do B oficializa candidatura de Manuela D’Ávila à Presidência (Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo)

O PCdoB oficializou em convenção, nesta quarta-feira (1º), em Brasília, a candidatura de Manuela D’Ávila à Presidência da República. Será a primeira vez que o partido tem candidatura própria desde 1989. Até então, o PCdoB tinha integrado coligações encabeçadas pelo PT. O candidato a vice ainda não foi definido.

Jornalista, Manuela tem 36 anos e iniciou a carreira política no movimento estudantil. Foi vice-presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) em 2003. Em 2004, se elegeu vereadora em Porto Alegre.

Dois anos depois, em 2006, foi eleita deputada federal, reeleita em 2010. Desde 2015, é deputada estadual no Rio Grande do Sul. A pré-candidatura à Presidência da República foi anunciada em 5 de novembro de 2017 pelo PCdoB. Ela disputou ainda duas vezes a prefeitura de Porto Alegre, em 2012 e 2016, mas não foi eleita.

Marina Silva (Rede)

A ex-senadora Marina Silva é oficializada pela Rede candidata à Presidência (Foto: Tiago Hardman/Futura Press/Estadão Conteúdo) A ex-senadora Marina Silva é oficializada pela Rede candidata à Presidência (Foto: Tiago Hardman/Futura Press/Estadão Conteúdo)

A ex-senadora Marina Silva é oficializada pela Rede candidata à Presidência (Foto: Tiago Hardman/Futura Press/Estadão Conteúdo)

Marina foi deputada estadual no Acre (1991-1994) e senadora pelo mesmo estado por dois mandatos (1995 a 2010). Ela se licenciou do Senado de 2003 a 2008, quando ocupou o cargo de ministra do Meio Ambiente no governo Luiz Inácio Lula da Silva.

Filiada ao PT desde 1986, deixou a legenda em 2009 para se filiar ao PV, partido pelo qual concorreu à Presidência em 2010, mas não conseguiu chegar ao segundo turno. Em 2014, se candidatou novamente, desta vez pelo PSB.

Vera Lúcia (PSTU)

Vera Lúcia discursa em convenção do PSTU (Foto: Reprodução/TV Globo) Vera Lúcia discursa em convenção do PSTU (Foto: Reprodução/TV Globo)

Vera Lúcia discursa em convenção do PSTU (Foto: Reprodução/TV Globo)

A candidatura de Vera Lúcia pelo PSTU foi confirmada em 20 de julho em convenção do partido. O professor Hertz Dias, da rede pública do Maranhão, foi anunciado como vice na chapa. Não haverá coligação no PSTU.

Vera Lúcia tem 50 anos e militou no PT, mas foi expulsa do partido em 1992 junto com integrantes do grupo político Convergência Socialista, que anos depois fundou o PSTU. Ela foi candidata a prefeita de Aracaju em 2012 e é graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Hertz Dias, de 47 anos, é militante do movimento negro e integrante do grupo Gíria Vermelha, que compõe canções de protesto.

59% dos eleitores não sabem em quem votar

Eleições 2018, divulgada nessa quinta pela Confederação Nacional

Por: Folha de Pernambuco

urnaA alta insatisfação com a corrupção e o descrédito com a classe política fazem com que a parcela dos eleitores com intenção de votar em branco ou nulo e a de indecisos seja a mais alta das últimas cinco eleições, aponta a pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira – Eleições 2018, divulgada nessa quinta-feira (2) pela Confederação Nacional da Indústria, em parceria com o Ibope.

Questionados de forma espontânea sobre o candidato que vai ganhar seu voto – sem apresentar uma lista de candidatos -, 31% dos entrevistados disseram que vão votar em branco e 28% não souberam ou não quiseram responder à pergunta, o que indica indecisão.

Quando apresentados a uma lista de candidatos, 59% apresentaram uma escolha, mas apenas 27% dizem que não vão mudar a opção por estarem convictos.

Para tomar a decisão, 84% dos eleitores vão se informar pela imprensa (TV, rádio, jornais e revistas e sites de notícias) e 26% vão utilizar as redes sociais como fonte de informação.

Papa Francisco envia mensagem ao ex-presidente Lula

“A Luiz Inácio Lula da Silva, com minha bênção e pedindo que reze por mim, Francisco”, disse o texto

Por: AFP – Agence France-Presse

pápaO papa Francisco enviou uma mensagem escrita à mão a Luiz Inácio Lula da Silva em um exemplar de um livro que compila três entrevistas dadas pelo ex-presidente, preso desde 7 de abril em Curitiba.

“A Luiz Inácio Lula da Silva, com minha bênção e pedindo que reze por mim, Francisco”, disse o texto manuscrito na primeira página do livro “A verdade vencerá”, publicado este ano e que compila três longas entrevistas dadas pelo ex-presidente.

O ex-chanceler Celso Amorim entregou ao Papa um exemplar durante um encontro que aconteceu nesta quinta-feira no Vaticano. Lula recebeu uma foto impressa da mensagem.

Amorim foi acompanhado pelo ex-ministro argentino Alberto Fernández e pelo ex-senador chileno Carlos Ominami.

A reunião durou pouco mais de uma hora, afirmou Amorim em um vídeo divulgado pela página oficial do Facebook de Lula.

“O assunto principal foi a situação do presidente Lula, que ele tem acompanhado com interesse e com preocupação”, disse Amorim, que classificou o encontro com Francisco de “histórico”.

O ex-presidente, de 72 anos, cumpre a pena de 12 anos e um mês, na sede da Polícia Federal de Curitiba, após ser condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

INTERNET – Facebook revela novas tentativas de manipulação da informação

Mais de 30 páginas e contas falsas foram eliminadas no que foi considerado pela empresa como uma tentativa ‘coordenada’ de influenciar a opinião pública

Por: AFP – Agence France-Presse

faceO Facebook informou nesta terça-feira (31) ter eliminado mais de 30 páginas e contas falsas envolvidas no que parecia ser uma tentativa “coordenada” de influenciar a opinião pública sobre questões políticas antes das eleições americanas de novembro, mas não conseguiu identificar a fonte.

A empresa disse que as contas de “maus atores” na maior rede social do mundo e em seu site de compartilhamento de fotos Instagram não poderiam estar ligadas a atores russos, que segundo autoridades americanas usaram a plataforma para disseminar desinformações antes da eleição presidencial de 2016 nos Estados Unidos.

Mas a gigante da tecnologia disse que “parte da atividade é consistente” com a da Agência de Pesquisa da Internet (IRA), sediada em São Petersburgo – a fazenda de trolls russa que gerenciou muitas falsas contas no Facebook para influenciar os votos em 2016.

“Estamos fechando 32 páginas e contas envolvidas em comportamento não autêntico coordenado, sem dizer que um grupo específico ou país é responsável”, disse o Facebook em uma série de posts de blog.

“Ainda estamos nos estágios iniciais de nossa investigação e não temos todos os fatos – incluindo quem pode estar por trás disso”, acrescentou.

“Mas nós estamos compartilhando o que sabemos hoje, dada a conexão entre esses maus atores e protestos que estão planejados para a semana que vem em Washington”.

O Facebook disse que informou as agências policiais americanas, o Congresso e outras empresas de tecnologia sobre suas descobertas.

O New York Times informou que a empresa estava trabalhando com o Federal Bureau of Investigation (FBI) na investigação.

A empresa disse que os responsáveis %u200B%u200Bpela campanha tinham tido “mais cuidado em cobrir seus rastros”, acrescentando: “Encontramos evidências de algumas conexões entre essas contas e as contas da IRA que desativamos no ano passado (…), mas também há diferenças”.

Algumas das páginas mais seguidas que foram eliminadas incluíam “Resisters” e “Aztlan Warriors”. A página “Resisters” contou com o apoio de seguidores reais para um protesto em Washington em agosto contra o grupo de extrema direita “Unite the Right”.

O Times, citando fontes anônimas, relatou que outras atividades “coordenadas” giravam em torno do #AbolishICE, uma campanha de esquerda contra a agência de Imigração e Alfândega.

A notícia chega apenas alguns dias depois de o Facebook sofrer a maior queda em um único dia do valor de mercado para qualquer empresa, depois de perder as previsões de receita para o segundo trimestre e oferecer projeções de crescimento fraco.

 

O DIREITO DE BRINCAR – Livro compartilha experiências de transformação social através da Brincadeira

capa-livro-proludusLançamento dos livros Uma Aventura Brincante e A Brincadeira unindo Gerações, dia 02 de agosto, quinta-feira.  19h, na Maximum Recepções e Eventos – Rua João Pessoa, nº 100 – Centro – Gravatá (PE)

Com informações do jornalista Carlos Henrique (carloshsilva2@gmail.com)

Na periferia de Gravatá, uma iniciativa que garante o direito de brincar de centenas de crianças está sendo compartilhada através de um livro.

A publicação, intitulada “Uma Viagem Brincante”, marca os 14 anos de atuação da ONG Pro Ludus O Caminho, e traz como tema o funcionamento de seu principal projeto social: a Brinquedoteca.

O lançamento acontece no próximo dia 02 de agosto, às 19h, na Maximum Recepções e Eventos, centro do município.

O livro resgata o histórico e a forma de trabalho da instituição, que disponibiliza seu espaço para o empréstimo e o uso de brinquedos pelas crianças da comunidade.

As brincadeiras têm um caráter lúdico e educativo, e são o meio de estimular o aprendizado escolar e outros valores como o respeito, a cooperação e o espírito de equipe, além de temas como violência familiar e sexual, meio ambiente e alimentação.

A Brinquedoteca também anima a comunidade na zona urbana e rural, aproveitando as atividades culturais e religiosas locais.

Chegando à instituição ainda uma criança tímida, a pedagoga Josefa Silva, 28 anos, aos poucos foi vencendo a insegurança e se transformou em uma jovem forte, corajosa e empoderada, hoje faz parte da coordenação da instituição: “Sou extremamente grata a cada colaborador que investiu e investe neste trabalho tão lindo, que vem transformando vidas de meninas e meninos como eu. Hoje estando à frente desse trabalho, meu desejo é fazer o que for preciso para continuar plantando essa semente, do cuidado e amor ao próximo”, completa Josefa.

Ao longo de 14 anos, mais de 3.500 brinquedos foram catalogados e circularam dentro da Brinquedoteca do Caminho, fruto de projetos e campanhas de doações com pessoas, empresas e igrejas.

A instituição ainda realiza constantes momentos de formação com brinquedistas, e por isso o objetivo deste material é servir de instrumento para compartilhar experiências com outras entidades, em apoio às suas ações diárias.

Outra novidade do livro é o caráter lúdico até na diagramação das páginas. Além das ilustrações de José Marcos (Duda), artista parceiro da instituição, outra publicação está presente no verso: “A Brincadeira Unindo Gerações”, fruto de uma pesquisa feita com idosos e crianças da comunidade, a fim de resgatar os brinquedos e brincadeiras de antigamente, e unir as diferentes gerações em torno do brincar.

Pro Ludus O Caminho – Ligada à Comunidade Luterana de Gravatá, a entidade completa 14 anos de atuação nas comunidades do Riacho do Mel, Cruzeiro e Bairro Novo, situadas na periferia do município. A instituição é sucessora do antigo projeto “O Caminho”, iniciado em 1996, e sempre teve como foco de trabalho a dignidade de crianças, adolescentes e suas famílias.

________________________

Serviço: Lançamento dos livros Uma Aventura Brincante e A Brincadeira unindo Gerações
Ø Data: 02.08.2018 (quinta-feira) – 19h  Ø Local: Maximum Recepções e Eventos – Rua João Pessoa, nº 100 – Centro – Gravatá (PE) – Ø Livro à disposição para venda no local