REVOLUÇÃO PERNAMBUCANA DE 1817 – Adilson Ramos faz show gratuito no feriado de 6 de março

O feriado foi aprovado em 2017 na Alepe e passa a valer a partir da próxima data. O show será gratuito, na área interna do Shopping RioMar, no Recife.

Com informações do jornalista Bruno Brandão, do Blog Roberta Jungmann, Folha de Pernambuco.

adilsonO cantor Adilson Ramos faz a festa no dia 6 de março, no RioMar, data que é feriado em Pernambuco em reconhecimento a Revolução Pernambucana de 1817.

Adilson Ramos apresenta um show gratuito às 19h, na Praça de Alimentação, Piso L3.

O espetáculo faz parte do projeto autoral “Feriado é no RioMar” e contará com os clássicos da carreira do pernambucano.

APESAR DA CRISE, cresce o número de milionários no Brasil. 5.385 pessoas tiveram cada um R$ 1 milhão em aplicações financeiras

O número de milionários no Brasil cresceu em 2017. Um aumento de 4,8% em relação ao ano de 2016. 

Com informações do Blog de João Alberto, Diario de Pernambuco

din dinDe acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima), o país ganhou 5.385 pessoas que tinham, ao menos, R$ 1 milhão em aplicações financeiras, tendo assim, um aumento de 4,8% em relação ao ano de 2016.

Esse grupo é chamado de private banking e tem aplicações de R$ 964 bilhões.

O número equivale a 36% de todo o investimento de pessoas físicas no Brasil, que totalizou em dezembro R$ 2,658 trilhões.

NAUTICO FABULOSO DE VOLTA PRA CASA. Estádio dos Aflitos será entregue a torcida em abril no primeiro jogo da serie C contra o Santa Cruz.

nauticoPrevisto para ficar pronto a tempo da estreia na Série C, novo gramado chega aos Aflitos

Náutico aguarda 45 dias até a grama ficar apta para o clássico contra o Santa Cruz na Série C. Superesportes visitou o estádio e presenciou as obras

Com informações dos jornalistas Klisman Gama e Diego Borges /Especial para o Diario de Pernambuco

nautico 3Passo a passo, a contagem regressiva para a volta do Náutico aos Aflitos avança. A próxima etapa será a instalação do gramado.

Na manhã desta sexta-feira, dois caminhões descarregaram as primeiras porções da grama tipo Bermuda Celebration no estádio dos Aflitos.

nautico 1Outras oito carretas ainda trarão novas remessas até o domingo.

As primeiras mudas do gramado serão plantadas já neste sábado e terão dez dias para a fixação das raízes.

A previsão é que o gramado fique apto no dia 10 de abril, quatro dias antes do clássico entre Náutico e Santa Cruz, na estreia da Série C do Brasileiro.

nautico 2O terreno que vai receber o gramado já tem a parte de drenagem encerrada e apenas as canaletas laterais estão passando por uma recuperação por cinco funcionários. O processo de adubação teve início nesta sexta e deve seguir até o sábado.

aflitos 3“O Náutico vai reabrir o estádio com o mínimo necessário para que as licenças sejam concedidas ao clube, mas as obras vão continuar até o fim do ano. Em abril vai ser liberado o que for extremamente necessário e depois vamos partir para as próximas etapas. A previsão é encerrar tudo em dezembro”, explicou o agrônomo Peter Gati, um dos responsáveis pela obra.

ARRECADAÇÃO

Lançada na noite da última quarta-feira, a campanha de arrecadação de recursos junto aos torcedores do Náutico para o retorno dos Aflitos vem sendo um sucesso.

Em menos de 24 horas, já foram doados mais de R$ 100 mil (até às 20h desta quinta-feira, o contador estava em R$ 113.962).

Para o presidente da comissão paritária, responsável pelo projeto de requalificação do estádio, Luiz Felipe Figueiredo, a grande adesão é fruto da transparência com que vem sendo tratada a campanha, aliado ao desejo do torcedor alvirrubro de voltar a sua casa.

MENTIRAS DE POLÍTICOS COM PERNAS CURTAS – TRE-PE abre canais de denúncias para combater notícias falsas no período eleitoral

Tribunal aposta em incentivo à leitura crítica das notícias e central de denúncias para lidar com problema.

Por G1 PE

SALSASO combate às notícias falsas no período eleitoral é um dos principais focos do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) neste ano.

A Central de Denúncias, que já atuava nas questões de propaganda irregular, vai trabalhar em conjunto Ministério Público Eleitoral (MPE) e a Polícia Federal (PF), para combater esse tipo de informação.

Considerando as notícias falsas como uma ameaça à democracia, o TRE aposta na conscientização da população e incentivo à leitura crítica das notícias, especialmente na internet e redes sociais, para lidar com o problema.

Uma campanha publicitária foi lançada nesta quinta-feira (22) como parte do trabalho.

Banners do TRE-PE orientam para a veracidade das informações sobre as eleições 2018 (Foto: Camila Torres/TV Globo) Banners do TRE-PE orientam para a veracidade das informações sobre as eleições 2018 (Foto: Camila Torres/TV Globo)

Banners do TRE-PE orientam para a veracidade das informações sobre as eleições 2018 (Foto: Camila Torres/TV Globo)

As denúncias que chegarem à Central vão passar por uma triagem e avaliação, podendo depois ser encaminhadas para a PF. Neste ano, vão ser eleitos governador, presidente, deputados federais e estaduais, além de senadores.

“O problema é gravíssimo no mundo inteiro. Será no Brasil e também será em Pernambuco. Aquilo que era um mero panfleto, dizendo que um candidato desistiu da eleição e atacando a sua honra, vai ganhar força nas redes sociais”, avalia o presidente do TRE, o desembargador Luiz Carlos Monteiro.

As denúncias podem ser feitas através do site do Tribunal, do e-mail ouvidoria@tre-pe.jus.br ou através do Disque Eleitor, no telefone (81) 3194-9400. A partir do segundo semestre, a denúncia também pode ser feita pelo sistema Pardal, também no site do TRE.

Dentre os meios de tecnologia disponíveis, as investigações utilizarão o URL da notícia e o rastreamento do IP do computador para chegar aos culpados. A punição, explica o desembargador, varia de acordo com a participação do autor no crime.

“Os problemas capazes de causar mais danos a integridade de alguém e desequilibrar a eleição, terão prioridades. Esses serão repassados para a Polícia Federal. Mesmo se o cidadão simplesmente replica irresponsavelmente uma notícia e aquilo causar algum dano, ele será responsável na proporção de sua participação”.

Orientação

Nas redes sociais e na mídia, o TRE lança uma peça publicitária #fakenewsnão, orientando os cidadãos sobre como checar a veracidade das informações, conferindo, por exemplo, a data da publicação, a fonte e se outras fontes confiáveis confirmam a notícia. “Na dúvida, não repasse”, orientam os banners.

“Vamos estimular o cidadão comum a fazer uma avaliação crítica da notícia e não replicar sem a certeza da informação. E em seguida, ensinar o cidadão a identificar o URL daquelas notícias e a melhor forma de denunciar. Não vamos aceitar que as pessoas fraudem a vontade popular”, destaca.

BRASIL DOENTE – Sem Previdência, governo terá de cortar R$ 14 bi do Orçamento de 2019

Sem a aprovação da reforma da Previdência, o governo terá de cortar R$ 14 bilhões de outras áreas na proposta do Orçamento da União de 2019.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo, Agência Estado

prevEsta era a economia de despesas que o governo previa para o ano que vem com a aprovação da reforma, informou o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, em entrevista ao Estadão/Broadcast.

Essa é a primeira e mais visível consequência da retirada da reforma da pauta da Câmara, depois que o presidente Michel Temer decretou intervenção federal no Rio – o que impede a tramitação de propostas de emenda à Constituição.

Para este ano, o impacto da reforma da Previdência nas contas estava previsto em R$ 5 bilhões, mas o governo já não contava com esses recursos do Orçamento.

Para reduzir as despesas no ano que vem, o ministro antecipou que o governo vai reforçar a revisão de políticas públicas e programas, para saber onde cortar. Segundo Oliveira, poderá, por exemplo, haver unificação de programas. Mas não quis citar exemplos. “O processo é sigiloso e é preciso cautela neste momento”, afirmou.

  “A partir de agora, começa um trabalho muito duro de análise e revisão das reais necessidades de recursos de cada programa e, principalmente, da efetividade e suscetibilidade a fraudes”, disse. Segundo ele, o trabalho do Comitê de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas, que já vem promovendo iniciativas desse tipo, será ampliado.

 O Comitê já promoveu a revisão do auxílio-doença, Fies e seguro-defeso – com reduções de gastos bilionários para o governo. E está em andamento o trabalho com o BPC (Benefício de Prestação Continuada, pago a idosos e pessoas com deficiência de baixa renda) e com o Bolsa Família.

“Não é questão de gordura. É questão de focalização de recursos em programas que tenham níveis de efetividade maior”, disse. Na prática, isso significa que os programas que dão mais resultados terão mais recursos.

Teto
Apesar da frustração com a retirada da reforma da Previdência da pauta do Congresso, o ministro disse que o teto de gastos não vai estourar em 2019. A previsão de estouro do teto – instrumento que impede o crescimento dos gastos além da inflação – foi feita no início da semana pela Instituição Fiscal Independente (IFI), do Senado Federal.

“Não estoura porque ainda vai ser possível cumprir o Orçamento. Mas evidentemente será um orçamento apertadíssimo”, disse.

Segundo ele, a questão fiscal de curto prazo já está encaminhada, com o aumento da arrecadação e as medidas que já tinham sido discutidas, e que fazem parte da agenda econômica que está para ser votada no Congresso, como a desoneração da folha e as MPs (medidas provisórias) do adiamento do reajuste dos servidores e aumento da contribuição previdenciária do funcionalismo.

“Para 2018, não temos necessidade de nenhuma medida adicional”, previu. A proposta de Orçamento do primeiro ano do próximo presidente será encaminhada em agosto.

Após as críticas dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), à agenda de prioridades econômicas anunciada pelo governo esta semana – eles deixaram claro que o Planalto não pode definir a pauta do Legislativo -, Dyogo Oliveira assumiu um tom conciliador: “Essa pauta não é uma imposição do governo ao Congresso, que tem sua própria pauta. Cabe aos presidentes das Casas definirem”.

BRASIL DOENTE – Pesquisa mostra que quase 70% dos brasileiros não têm plano de saúde

Segundo o levantamento, divulgado nesta quarta-feira (21), esse percentual é ainda maior entre as pessoas das classes C, D e E, atingindo 77%

Com informações do Jornalista Bruno Bocchini – Repórter da Agência Brasil

doença-preexistentePesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostra que 69,7% dos brasileiros não possuem plano de saúde particular – seja individual ou empresarial. Segundo o levantamento, divulgado hoje (21), esse percentual é ainda maior entre as pessoas das classes C, D e E,  atingindo 77%.

A pesquisa destaca que 44,8% dos entrevistados sem plano de saúde disseram utilizar o Sistema Único de Saúde (SUS) principalmente os entrevistados das classes C, D e E (51,4%) quando precisam de atendimento. O restante afirmou que arca com dinheiro do próprio bolso para pagar pelos serviços necessários.

Segundo o levantamento, 38,5% dos entrevistados sem plano de saúde não souberam precisar com que frequência utilizam a rede pública de saúde. Eles manifestaram insatisfação em relação ao SUS, sobretudo quanto à demora no tempo de atendimento.

Entre os entrevistados que possuem um plano de saúde privado, o preço acessível foi o fator de decisão mais citado para definição do convênio (42,5%), seguido pela qualidade da rede credenciada (33,3%) e pela recomendação de outras pessoas (22,3%).

Segundo a pesquisa, R$ 439,54 é o valor mensal médio que o brasileiro paga pelo plano de saúde. Dos que têm convênio privado, 42,2% disseram pagar do próprio bolso na situação de o plano de saúde não cobrir totalmente ou parcialmente as despesas necessárias. O levantamento mostra ainda que 97,1% dos beneficiários de planos de saúde estão com o pagamento das mensalidades em dia; e 69,1% dizem serem bem ou muito bem atendidos pelos seus planos de saúde particular.

“Os dados mostram que o plano de saúde é considerado uma prioridade para grande parte de seus usuários. É um serviço de primeira necessidade, relacionado aos cuidados de um bem maior, que é a vida. É tanto que a taxa de inadimplência declarada é baixíssima”, afirma Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil.

A pesquisa foi feita com consumidores das 27 capitais brasileiras, homens e mulheres, com idade igual ou maior a 18 anos, de todas as classes econômicas. Foram feitas 1,5 mil entrevistas, de 15 a 26 de setembro de de 2017, com uma margem de erro de 2,5 pontos percentuais.

_____________________________

Edição: Amanda Cieglinski

CRIMINALIDADE SEM CONTROLE. Sétimo homem citado em ”lista da morte” é assassinado em Chã Grande

C GRANDEA vítima, identificada como Isaque, foi morta a tiros. A ”lista negra da morte” foi fixada no muro do cemitério da cidade, no ano passado

Publicado pelo Jornal do Commercio, do Recife, JC Online
e TV Jornal

A ''lista negra da morte'' divulgada em Chã Grande tem 19 nomes / Foto: Reprodução

O homem identificado como Isaque foi morto, nesta quinta-feira (22), em Chã Grande, no Agreste de Pernambuco. Ele é a sétima pessoa citada na “lista negra da morte”, que foi fixada no muro do cemitério da cidade,  a ser assassinada.

STF PODE ACABAR COM A MAMATA DOS MAGISTRADOS – Juízes federais ameaçam entrar em greve por causa do auxílio-moradia

Atualmente 2,3 mil desembargadores, 14,8 mil juízes federais de primeira instância, 2,3 mil procuradores federais e 10,6 mil promotores dos Ministérios Públicos dos Estados recebem o auxílio-moradia, mesmo parte deles comprovando moradia fixa nas cidades onde atuam. 

Com informações do Jornal GGN e coluna painel da Folha de S.Paulo.-

JUIZES

Em resposta a decisão da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, de agendar para o dia 22 de março o julgamento que pode acabar com o auxílio-moradia de magistrados, a Associação de Juízes Federais do Brasil (Ajufe) decidiu convocar uma paralisação da categoria.

 A proposta de greve está sendo referendada hoje (23) por votação virtual entre os 2 mil associados. Em princípio a ideia é iniciar a paralisação dia 15 de março e um encontro no dia 23 de março, logo após o julgamento no STF.

 Em 2010 o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux decidiu estender o auxílio-moradia para todos os juízes federais do país.

A decisão foi questionada pela Advocacia Geral da União (AGU) que busca reverter a medida que aumentou em 20 vezes o gasto público com o auxílio-moradia, passando de R$ 96,5 milhões de janeiro de 2010 a setembro de 2014, para R$ 1,3 bilhão de outubro de 2014, quando o ministro amplio as regras do benefício até novembro de 2017. O valor pago por magistrado é de 4,3 mil reais.

 Mas pauta só ganhou força nos noticiários após publicação de reportagem da Folha de S.Paulo mostrando que o juiz da Lava Jato do Rio, Marcelo Bretas, recebe-auxílio moradia em dobro, porque é casado com uma juíza e os dois recebem o benefício, mesmo tendo casa própria.

Em seguida, descobriu-se que outro juiz da Lava Jato, Sérgio Moro, também recebe auxílio-moradia, mesmo com casa própria morando perto do fórum onde atua, elevando a dimensão de escândalo do tema o que obrigou a presidente do STF a retomar a discussão no plenário do STF.

 Atualmente 2,3 mil desembargadores, 14,8 mil juízes federais de primeira instância, 2,3 mil procuradores federais e 10,6 mil promotores dos Ministérios Públicos dos Estados recebem o auxílio-moradia, mesmo parte deles comprovando moradia fixa nas cidades onde atuam.

Na decisão desta quarta-feira (21) de colocar em votação o tema, Cármen Lúcia foi criticada também pela Ajufe por mirar apenas na Justiça Federal, deixando de fora o pagamento de proventos aos magistrados dos tribunais estaduais.

RAVEL CERQUEIRA, cantor, poeta, pintor e advogado nesta quinta feira dia 22, no PROGRAMA DO CASTANHA, ao Meio Dia na RÁDIO CLIMA FM

RAVEL CERQUEIRA, cantor, poeta, pintor e advogado nesta quinta feira dia 22, no PROGRAMA DO CASTANHA, ao Meio Dia ba RÁDIO CLIMA FM, com os jornalistas Claudio Castanha e Fernanda Tavares.

RavelRAVEL CERQUEIRA, vai se apresentar nesse sábado, dia 24, as 21h, no restaurante Barito Fondue, em Gravatá, um show romântico com repertório eclético, cantando clássicos da MPB. Assiste o programa pela 98,5 e pela LIVE de Claudio Castanha.www.acervodocastanha.com,br