Espetáculo Ópera Cordelista “Lua Alegria” com Paulo Matricó no Teatro Santa Isabel, em Reife

Espetáculo operístico narra ineditamente em linguagem de cordel a vida e obra de Luis Gonzaga

operaChega aos palcos do Recife, de 10 a 13 de dezembro, a Ópera Cordelista LUA ALEGRIA, montada a partir do espetáculo popular Cordel Operístico Lua Alegria, recentemente apresentado em Brasília, na Sala FUNARTE e agora apresentado no tradicional Teatro de Santa Isabel.

 

O roteiro dramatúrgico é baseado no livro/cordel de Paulo Matricó, intitulado LUIZ LUA ALEGRIA e canta em Literatura de Cordel a história de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, um ícone da cultura regional nordestina.

Nesse trabalho, Matricó une e traz ineditamente para os dias atuais duas tradições muito importantes na formação da cultura universal e nordestina: a ópera, uma tradição europeia que chegou a Pernambuco no século passado (também no Teatro de Santa Isabel) e a tradição do cancioneiro popular nordestino, na voz dos poetas cordelistas, cantadores e repentistas.

A interpretação operística será narrada ineditamente na linguagem do cordel, unindo dramaturgia, canto e música, sob o fio condutor de trilha musical pesquisada e produzida sob a influência da tradição popular, com perspectiva cênica no formato de Cortejo-lítero musical e elenco de 28 artistas entre músicos, atores e dançarinos, contando a vida e obra do “Rei do Baião”.

A montagem do espetáculo em Pernambuco conta com o apoio do FULCULTURA (Projeto nº 1162/14) e será apresentado no Teatro de Santa Isabel em quatro apresentações, na semana de comemorações alusivas ao aniversário de nascimento de Luiz Gonzaga.

 

FICHA TÉCNICA:
 Produção e Roteiro –  Paulo Matricó;
Direção Musical – Maestro Israel de França;
Arranjos musicais – Paulo Matricó, Nilson Lopes e Maestro Israel de França;
Direção de Cena –  Karin Mellone (SP);
Coreografia –  Viviane Victtorin (SP);
Equipe – Orquestra com 16 Músicos; 3 intérpretes; 6 dançarinos e atores; 1 engenheiro de som e 1 iluminador;
Tempo em palco – 1 hora e 30 minutos.
 
SERVIÇO:
 O QUE: Ópera Cordelista Lua Alegria;
QUANDO: 10 a 13 de dezembro;
HORA: Dias 10, 11 e 12, às 20h / dia 13 às 19h;
ONDE: Teatro de Santa Isabel;
VENDA DE INGRESSOS: No local ou pela Eventick:  http://operaluaalegria.wix.com/paulomatrico
CLASSIFICAÇÃO: Livre.
 
MAIS INFORMAÇÕES:
 
Imprensa: 81. 99635 9740 (Maria do Carmo Andrade)
Paulo Matricó: 81. 999866 9930.

“METRALHADORA GIRATÓRIA” promove o encontro da Música Clássia e Erudita com a arte dos poetas e violas dos repentistas. Neste sábado, ao meio dia pela Radio Gravatá FM

metralhadora giratória

Talentos daqui de Gravatá, no Metralhadora Giratória. O clássico do menino pianista Luiz Felipe e a arte do povo do repentista Daniel Olimpio,

Tudo isso neste sábado ao meio dia pela Rádio Gravatá FM, programa Primeira Página, com o jornalista Claudio Castanha.

A Queiroz Galvão Desenvolvimento Imobiliário está intensificando sua presença no Agreste

Chega oferecendo condições especiais para quem pretende adquirir um de seus imóveis na Região Metropolitana do Recife. Entre as vantagens oferecidas estão 50% do sinal, condomínio grátis, taxa zero e aluguel garantido.

índiceAs opções de produtos com condições especiais para compra são os edifícios Joel Queiroz, em Boa Viagem, em Recife, Maria Rita e Maria Anita, no Bairro de Candeias, em Jaboatão do Guararapes, o residencial Park Jardins, em Paulista, e para os residenciais Malawí Muro Alto Beach Houses e OKA, em Muro Alto, e Palm VillageACQUA, na Praia do Cupe.

O Malawí Muro Alto Beach Houses, inserido num exuberante coqueiral com 8,4 hectares, é um projeto residencial único, com serviços exclusivos, na praia de Muro Alto, em Porto de Galinhas. O empreendimento conta com 228 unidades, divido em 66 casas (bangalôs) e 162 apartamentos. Entre os apartamentos, a opção disponível é a linha Sky, apartamentos duplex, com três quartos, todos suítes, e piscina privativa. Outro diferencial é uma maravilhosa vista, de frente para o parque aquático. Neste caso, a Queiroz Galvão oferece seis meses de condomínio grátis.

 

_____________________________

Com informações do jornalista Eduardo Irineu – Caderno1 Comunicação Integrada

Livro de poemas eróticos de Neilza Buarque

O “Indizível” será lançado no dia 20 de novembro na Livraria Saraiva entre amigos, escritores, intelectuais e convidados para a noite de autógrafos

poemas 1 poemas 2  “O Indizível” é o título que a poetisa Neilza Buarque estará lançando, no próximo dia 20 de novembro, sexta-feira, das 19h às 20h30 na Livraria Saraiva, no Shopping Center Recife, Boa Viagem.

Este é o segundo livro de poesias de Neilza Buarque com a temática da afetividade erótica, onde a autora convida o leitor a um mergulho dentro de si para encontrar o seu próprio delírio, sem julgamentos.

 _________________________________

Com informações da jornalista Tereza Soares (9 87217975 / 9 95923928)  

Contatos com a autora Neilza Buarque (999082294)

CONCERTO DE FLAUTA DOCE, com o GRUPO DA ORQUESTRA CRIANÇA CIDADÃ, no Colégio Batista Betânia,

CONVITE ESPECIAL – SEMANA DA MÚSICA

Batista BtâniaTemos o prazer de convidá-los para CONCERTO DE FLAUTA DOCE, com o GRUPO DA ORQUESTRA CRIANÇA CIDADÃ que o Colégio Batista Betânia, prestigiando a Semana da Música e ao Projeto escolar desenvolvido pelos educadores,  promove nesta 6ª feira, dia 20 de novembro, às 19h, aberto ao público, na Praça 10, de nossa cidade.

Contamos com a sua presença.  Venha e traga a sua família. Será uma belíssima noite recheada de belas músicas! Você é nosso convidado especial!

O CBBG desde já agradece a sua participação.

 

Colégio Batista Betânia – Construindo uma Nova Geração

Professores de Música e direção.

Interventor da Prefeitura de Gravatá, coronel PM Mário Cavalcanti de Albuquerque, tem segunda residência na cidade e é habitual frequentador do Municipio

O Chefe da Casa Militar desde o início da gestão Eduardo Campos, o coronel Mário Cavalcanti de Albuquerque deve assumir nas próximas horas o cargo de interventor na Prefeitura de Gravatá, nomeado no inicio da tarde de hoje pelo governador Paulo Câmara (PSB).

coronel_mario_Ele deve assumir o comando da cidade nesta quarta (18), com uma equipe de gestores cedida pelo Governo do Estado, para elaborar um diagnóstico sobre a situação do município.

O coronel Mário Cavalcanti de Albuquerque é  figura bastante conhecida na cidade de Gravatá, onde possui segunda residência, passa fim de semana por aqui, frequentador assíduos de casas de muitos amigos e companheiros da política estadual e do Palácio do Campo das Princesas, dentre eles o casal de deputados Waldemar Borges (PSB) e Luciana Santos (PCdoB federal).

O vice prefeito eleito Rafael Prequé tentou junto ao TJPE – o que lhe foi negado – assumir o cargo de prefeito

Bruno Martiniano não perdeu o mandato de prefeito e continua sendo o titular. Foi apenas afastado do cargo para dar lugar ao interventor e deve recorrer e, se a Justiça decidir, voltar a cadeira de prefeito de Gravatá

O vice prefeito Rafael Prequé chegou a pedir ao TJPE para assumir em caso de afastamento do prefeito, mas teve a solicitação negada porque a Corte entendeu que a intervenção não retira o titular do mandato. Martiniano será afastado automaticamente assim que o interventor for indicado pelo Governo de Pernambuco.

Caim e Abel

caim e abrl

A história de Caim e Abel é narrada no livro de Gênesis. Este teria sido o primeiro homicídio da história da humanidade. Abel era pastor de ovelhas e Caim, lavrador.

Narrativa

Adão e Eva, após serem expulsos do jardim do Éden, tiveram um filho, chamado Caim, e, posteriormente, tiveram Abel. Os dois irmãos cresceram juntos, até Caim ter decidido tomar como sua a árdua função de agricultor. Abel haveria tornado-se um pecuarista.

Em determinada ocasião, Caim e o seu irmão mais novo Abel apresentaram ofertas a Deus. Caim apresentou frutos do solo, do seu trabalho braçal mais pesado, e Abel ofereceu primícias do seu rebanho (Uma ovelha), a que mais amava e que recebeu de Deus. (Gênesis 4:3, 4). A oferta de Abel teria agradado a Deus, enquanto que a de Caim não, caindo-lhe o semblante.

Deus diz a Caim, após ver o seu semblante caído por ter sua oferta rejeitada: “Se procederes bem, não é certo que serás aceito?” (Gn 4.7).

Possuído por ciúmes, Caim armou uma emboscada para seu irmão. Sugeriu a Abel que ambos fossem ao campo e, lá chegando, Caim matou seu irmão.

Respondendo ainda com arrogância ao ser interpelado por Deus, o Criador sentenciou-o ao banimento do solo, além de ser condenado à condição de errante pelo mundo, que parte em busca de um futuro indefinido em um deserto de homens. Caim lamentou a severidade da sua punição e mostrou ansiedade quanto à possibilidade de o assassinato de Abel ser vingado nele, mas, ainda assim, não expressou nenhum arrependimento. O Criador “estabeleceu um sinal para Caim”, o signo protetor que designa a criatura de Deus, a marca do filho de Adão, para impedir que fosse morto, mas o registro não diz que esse sinal ou marca fosse colocado de algum modo no próprio Caim. Deus disse ainda que quem o matasse seria “castigado sete vezes”.

Após ter matado Abel, Caim teria partido para a “terra da Fuga (Nod ou Node), ao leste do Éden”, levando consigo a sua esposa, cujo nome não é mencionado na Bíblia.

 

Bruno Martiniano só pode ser afastado depois que o decreto do governador Paulo Câmara for publicado no Diário Oficial do Estado.

Julgamento final fruto de um linchamento político

BRUNO MARTINIANOO Tribunal de Justiça do Estado decidiu, por unanimidade, aprovar o pedido de intervenção contra o prefeito de Gravatá, Bruno Martiniano (sem partido), nesta tarde de segunda-feira.

O placar foi 14 a zero, pela intervenção.

Os desembargadores acataram todos os termos apresentado em representação apresentada pelo Ministério Público do Estado, há um mês.

O processo foi relatado pelo desembargador Eurico de Barros Correia. Ele votou pela intervenção e sua fala teve grande peso na decisão dos colegas. Ele reclamou que o prefeito Bruno Martiniano nunca respondeu a um pedido de informação do TJPE.

O representante do MPPE, prcurador Fernando Pessoa, fez a exposição com os motivos e, de acordo com especialistas, foi brilhante, ao resumir os fatos relatados, a partir do trabalho do TCE. No TCE, o processo foi relatado por mais de um ano pela relatora Tereza Duere.

“Os fatos são inseparáveis e as provas categóricas”, afirmaram os desembargadores.

O TJPE agora deve fazer um comunicado oficial ao governador Paulo Câmara, que decide se acata ou não a medida e indica o nome de um interventor para comandar os destinos da cidade.

Bruno Martiniano só pode ser afastado depois que o decreto do governador Paulo Câmara for publicado no Diário Oficial do Estado.

 

________________________

Fonte: texto retirado do Blog do Jamildo – JC-NE10