SAIBA TUDO SOBRE A TRANSFERÊNCIA DOS PADRES DE GRAVATÁ, pela diocese.

padre jpUm recado do Padre João Paulo, da Paróquia de Sant´Ana de Gravatá (publicação retirada da página pessoal do Padre no Facebook)

 

 

padre 1“Caros irmãos e irmãs,

como já é um costume no final do ano, o bispo determina as áreas de trabalho dos padres para o ano seguinte.

Em nossa cidade, o padre Erasmo foi transferido para uma área pastoral da cidade de Santa Cruz do Capibaribe e virá o padre Antonio Urbano Santos que é de Gravatá da comunidade de Russinhas.

Os demais padres da cidade continuam em suas áreas.

A Canção Nova vai contar agora com dois padres, além do padre Aluisio virá de São Paulo o padre Bruno.

Ao amigo e irmão padre Erasmo meus mais sinceros agradecimentos por todo bem semeado.

padre 2E aos novos companheiros padre Antônio Urbano e padre Bruno sejam bem vindos à nossa Gravatá.”

UM CASO DE SUCESSO – Rei das Coxinhas, 30 anos reinando.

REIEm 1987, dois irmãos gravataenses, Ivanildo e Josenildo, conhecidos popularmente pelos apelidos de Gago e Tata – seguiam indo e vindo pela BR-232 entre a Serra das Russas e nas proximidades de Caruaru, em busca do seu sonho e de uma vida melhor para suas famílias e vendiam dentro dos ônibus lanches e refrigerantes, e outros quitutes, com destaque às coxinhas de galinha. 

Da Redação do blogdocastanha / acervodocastanha
SONY DSC

SONY DSC

Foi muito trabalho e muitos acertos, sonhos planejados, cada vez melhores e mais profissionalizados, até que se estabeleceram, montaram suas lojas, e logo se tornaram os Reis das Coxinhas. Hoje, 30 anos depois, grandes empresários, empregadores de muita mão de obra, conhecidos e famosos em todo o Brasil.

Gado e Tata, constituíram suas respectivas famílias, tiveram sucesso na vida como empresários, mas nunca perderam a simplicidade nem o amor por Gravatá, pelos amigos e pelo trabalho.

Neste 29 de novembro os Reis das Coxinhas comemoram 30 anos de sucesso, com as coxinhas mais famosas do Brasil.

 

 

 

 

TRES PADRES DE GRAVATÁ SÃO TRANSFERIDOS (URBANO, ALUÍSIO E BRUNO). Diocese de Caruaru anuncia nomeações e transferências de padres para 2018

8DE GRAVATÁ, serão transferidos os padres  Antônio Urbano (Paróquia São Pedro e São Paulo), Aluisio e Bruno (Canção Nova).

Anúncio aconteceu em coletiva de imprensa no Seminário Interdiocesano Nossa Senhora das Dores, com a presença do bispo diocesano, Dom Bernardino Marchió.

Com informações do Portal de Notícias G1 da Globo/Caruaru

sao pedrp sao pauloDiocese de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, divulgou na manhã desta terça-feira (28) a lista oficial de nomeações e transferências de padres em 2017. As mudanças começam a valer em 2018 e incluem o nome de mais de 30 sacerdotes católicos.

A anúncio aconteceu em coletiva de imprensa no Seminário Interdiocesano Nossa Senhora das Dores, com a presença do bispo diocesano, Dom Bernardino Marchió. “Nós fazemos as transferências porque a Diocese de Caruaru é dinâmica e missionária, ela não é uma água morta. O Evangelho nos renova, nos convida a sermos mais generosos. Nós devemos atender essas necessidades”, disse o bispo.

sao cançao novaAinda de acordo com a Diocese de Caruaru, as mudanças acontecerão nos meses de janeiro e fevereiro. Os padres que não foram citados na lista permanecem em suas paróquias e atividades atuais.

Lista oficial com as nomeações e transferências da Diocese de Caruaru:

Monsenhor José Heleno – Tribunal Eclesiástico Regional e Diocesano
Pe. Zenilson Tibúrcio – Paróquia Nossa Senhora das Dores (Catedral)
Pe. José Silvano – Vigário da Catedral
Pe. Alexsandro Jorge – Paróquia São José (Caruaru)
Monsenhor José Roque – Paróquia São Francisco (Caruaru)
Pe. Janailton Alves – Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Toritama)
Pe. Bianchi Xaviar – Paróquia Nossa Senhora de Fátima (Caruaru)
Pe. Antônio Ivemar – Paróquia São Sebastião (Bezerros)
Pe. Pedro Antônio – Paróquia Santo Amaro (Taquaritinga do Norte)
Pe. José Isael – Paróquia São Joaquim do Monte
Pe. Sandro Sebastião – Paróquia São Sebastião (Alto Bonito)
Pe. Adjaildo Soares – Paróquia Nossa Senhora do Carmo (Caruaru)
Pe. Ezequias João – Paróquia São Bento (Caruaru)
Pe. Erasmo Deodato – Área Pastoral Santo Agostinho (Santa Cruz do Capibaribe)
Pe. Antônio Urbano – Paróquia São Pedro e São Paulo (Gravatá)
Pe. José Fernando – Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe (Caruaru)
Pe. Paulo Costa – Área Pastoral de Encruzilhada de São João (Bezerros)
Pe. Emerson Mozart – Área Pastoral Santa Terezinha (Caruaru)
Pe. Heleno José – Área Pastoral Santa Terezinha (Caruaru)
Pe. Edmilson José – Paróquia São José (Bezerros)
Pe. José Ademilton – Doutorado em Roma
Pe. Aluisio e Pe. Bruno – Canção Nova (Gravatá)
Pe. Danilo – Paróquia Nossa Senhora de Fátima (Caruaru)
Pe. Edson Alves – Área Pastoral Nossa Senhora das Graças – (Caruaru)
Pe. Jefferson Adelino – Paróquia Nossa Senhora do Carmo (Caruaru)
Pe. Paulo Jorge – Área Pastoral do Alto do Moura (Caruaru)
Pe. Vagner Caetano – Missionário da Diocese de Óbidos (Pará)

Estagiários

Hélder Torres – Paróquia São Miguel e Bom Jesus dos Aflitos (Santa Cruz do Capibaribe)
Leonardo Nascimento – Gravatá de Ibiapina (Taquaritinga do Norte)
Renan Sebastião – Paróquia São José (Caruaru)
Rivaldo Régis – Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Toritama)
José de Lima – Missionário da Diocese de Óbidos (Pará)

 

CIÊNCIA – 8 previsões de Stephen Hawking sobre o fim do mundo

O fim do mundo é certo, segundo o físico inglês Stephen Hawking, uma das mentes mais respeitadas da ciência.

Notícias uol.com.br

Stephen-HawkingAo longo de seus 75 anos de vida, o cientista, que sofre de esclerose lateral amiotrófica (uma doença degenerativa que enfraquece os músculos do corpo), já fez algumas previsões nada otimistas. 

Responsável por contribuições fundamentais ao estudo dos buracos negros, Hawking ocupa a cadeira de Isaac Newton como professor de matemática na Universidade de Cambridge.

Veja abaixo o que o astrofísico já disse sobre a extinção do Planeta Terra:

 1. Humanidade tem menos de 600 anos para deixar a Terra

Se a humanidade não se tornar uma espécie espacial nos próximos cinco séculos, talvez seja extinta, disse Stephen Hawking, em novembro de 2017, durante a abertura de um evento em Pequim (China).  Segundo ele, o crescimento populacional e o aumento do consumo de energia transformarão a Terra em uma bola de fogo até 2600.

2. Alerta contra a Inteligência Artificial

Também em novembro deste ano, o físico voltou a expressar preocupação com a evolução da Inteligência Artificial —como já havia feito em 2014. Ele reconheceu o potencial dessa tecnologia para erradicar a pobreza, as doenças e até para transformar a sociedade como um todo para algo melhor. Mas, mesmo assim, ele diz que devemos estar preparados para o pior.

“O sucesso em criar a inteligência artificial pode ser o maior evento na história de nossa civilização. Ou o pior. Nós só não sabemos. Nós não podemos saber se seremos infinitamente ajudados ou até destruídos por ela.” Hawking cita as armas autônomas ou “novas maneiras de poucos oprimirem muitos” como um dos perigos da Inteligência Artificial, que, segundo ele, pode ainda representar “uma grande ruptura para nossa economia”. 

 3. Humanidade precisa de “um novo lar”

No documentário “The Search for a New Earth”, o britânico disse que é com a maior urgência possível e sugere o Ross 128 b com o ‘novo lar’ da humanidade. De acordo com Hawking, há várias ameaças para a humanidade que podem provocar a extinção da nossa espécie, tais como as alterações climáticas e a superpopulação. 

4. Busca de alienígenas pode gerar catástrofe

Em julho de 2017, Hawking alertou ser pouco provável que qualquer forma de vida alienígena ficasse satisfeita ao saber da nossa existência. “O encontro com uma civilização avançada pode lembrar o encontro dos nativos americanos com Colombo. Isso não deu bom resultado”. De acordo com ele, os alienígenas podem ser “saqueadores” que conquistam os planetas para se apropriar dos recursos.

5. Mudança climática pode transformar a Terra em Vênus 

Após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciar a saída do país do Acordo Climático de Paris, o físico britânico repetiu alertas a respeito dos perigos das mudanças climáticas. “As ações de Trump podem levar a Terra à beira do abismo e transformá-la em Vênus, com uma temperatura de 250ºC e chuva de ácido sulfúrico.”

“Estamos em um ponto crítico no qual o aquecimento global vai se tornar irreversível”, alertou o cientista. Segundo Hawking, essa é “uma das maiores ameaças que enfrentamos e que podemos prevenir se agirmos agora”. Essa ameaça já tinha sido citada pelo físico no documentário “A Última Hora”, de 2007.

6. Buracos negros podem ser convertidos em usinas de energia

O Universo, segundo Stephen Hawking, pode ter buracos negros do tamanho de montanhas que poderiam prover energia suficiente para abastecer nosso planeta.

7. Grande guerra mundial pode ser o fim da raça humana

O fracasso humano que eu mais gostaria de corrigir é a agressão“, disse Hawking em uma palestra no Museu da Ciência de Londres, em 2015. “Pode ter sido uma vantagem para a sobrevivência na época dos homens das cavernas, para conseguir mais comida, território ou parceiros para reprodução, mas agora é uma ameaça que pode destruir todos nós”, afirmou o físico, que acrescentou que uma grande guerra mundial significaria o fim da civilização e talvez o fim da raça humana. 

 8. Engenharia genética ameaça mais que as armas nucleares

Em 2001, Hawking disse ao jornal britânico Daily Telegraph que a raça humana enfrenta a perspectiva de ser exterminada por um vírus criado por ela mesma . “No longo prazo, fico mais preocupado com a biologia. Armas nucleares precisam de instalações grandes, mas engenharia genética pode ser feita em um pequeno laboratório. Você não consegue regulamentar cada laboratório do mundo. O perigo é que, seja por um acidente seja algo planejado, criemos um vírus que possa nos destruir”, disse o cientista.

 

HOJE, 28 DE NOVEMBRO – Um ano do acidente aéreo que vitimou o time da Chapecoense

Esta terça-feira (28) em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, deverá ser de homenagens e orações às vítimas do acidente de avião com o time da Chapecoense.

G1 Portal de Notícias da Globo

Na tragédia, ocorrida na madrugada de 29 de novembro de 2016, morreram 71 pessoas, entre elas atletas e dirigentes do clube de futebol.

A Arena Condá, estádio da Chapecoense, ficará aberta o dia todo para quem quiser prestar homenagens.

No acesso das equipes adversárias ao estádio, haverá plotagens com imagens de momentos do time, conforme o clube.

Torcedores deixam homenagens a jogadores da Chapecoense na Arena Condá (Foto: Vinicius Farfus/RBS) Torcedores deixam homenagens a jogadores da Chapecoense na Arena Condá (Foto: Vinicius Farfus/RBS)

Torcedores deixam homenagens a jogadores da Chapecoense na Arena Condá (Foto: Vinicius Farfus/RBS)

À meia-noite haverá momento de oração na Arena Condá. Depois, está prevista procissão luminosa até a Catedral do município. Lá será realizada oração conclusiva e, à 1h15, tocarão os sinos. Na sequência, deverá ser iniciada uma vigília, que será concluída com missa de um ano do acidente no dia 29, às 18h30.

A Barra da Chape, torcida organizada da Chapecoense, deverá também prestar homenagens nesta terça. A concentração está marcada para das 20h, em frente à catedral Santo Antônio. De lá, haverá caminhada até a Arena Condá, onde os torcedores permanecerão em vigília.

Avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (Foto: Luis Benavides/AP) Avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (Foto: Luis Benavides/AP)

Avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (Foto: Luis Benavides/AP)

UM TEXTO DO JORNALISTA MAGNO MARTINS – Pernambuco unido contra o fechamento de agências bancárias no interior

magnoA notícia já quase passa despercebida na leitura diária dos jornais e sites. Assaltantes explodem agência bancária em cidade do interior. Aconteceu na madrugada de ontem, mais uma vez, em Pernambuco.

agenciaEm Moreilândia, no Sertão. Bandidos fortemente armados invadiram o município e explodiram um caixa eletrônico do Bradesco. Pelo menos duas pessoas foram feitas reféns durante a ação.

Não bastasse o trauma de passar por uma situação do tipo, os cidadãos de Moreilândia, assim como muitos outros pernambucanos, ainda têm de arcar com os prejuízos do fechamento de agências bancárias no interior.

Sem ter onde sacar seu dinheiro para comprar o remédio ou pagar o mercadinho, o aposentado é o maior prejudicado porque tem de se deslocar até a cidade mais próxima para ter acesso a um banco.

E muitos, infelizmente, têm sido vítimas de outra modalidade de assalto praticada por quadrilhas que estão se especializando em roubar velhinhos. Quem também é bastante penalizado é o comércio do município onde a agência é fechada.

Qualquer serviço bancário tem que ser realizado a quilômetros de distância. Trava qualquer negócio e dificulta a logística de qualquer empresário.

Alia-se a isso o principal problema: a demora dos bancos – sejam públicos ou privados – em reabrir as agências danificadas por criminosos.

Para fugir à responsabilidade, eles alegam de tudo: falta de dinheiro, problemas técnicos e operacionais. Isso quando os lucros de instituições como Banco do Brasil, por exemplo, só aumentam no comparativo com os anos anteriores. No final das contas quem paga é o povo.

Mas há uma luz no final do túnel. A problemática tem unido políticos de todas as colorações e bandeiras na busca de um objetivo comum.

Do governador Paulo Câmara ao senador Fernando Bezerra Coelho, passando por deputados federais, estaduais, prefeitos e vereadores. Também pudera: a pauta está na ordem do dia, é urgente e precisa de união e força política para andar.

Não tem outra saída a não ser pressionar, aqui e em Brasília, instituições como o Banco do Brasil, Caixa, Bradesco e outros bancos. É uma grande oportunidade de se usar a política para o bem. Isso, claro, aliado ao reforço na segurança do interior. Só assim o povo pernambucano vai parar de penar.

EVENTO RURAL – 21ª Festival do Agricultor do município de Chã Grande terá inicio nessa sexta-feira, dia 24, com grandes atrações

CHA GRANDE 9O jovem Prefeito de Chã Grande, Diogo Alexandre, a pouco mais 9 meses à frente da administração do município tem bons motivos para celebrar, a 21ª edição do Festival do Agricultor, que terá inicio nesta sexta-feira, dia 24, as 20h,com desfile e título da Garota Agricultora, na Avenida São José.  

Um texto da jornalista Fernanda Tavares – blogfernandatavares.com – FOTOS – Domínio publico da Internet.

Chã-grande-1Entre as conquistas está a aquisição com recursos próprias, de 7 novos ônibus escolares universitários, que irão ajudar no transporte de estudantes locais para os municipios vizinhos, Gravatá, Vitória de Santo Antão e Caruaru.

CHÃ-GRANDE 3Também foi assegurado pelo Deputado Federal licenciado , atual Secretário de Transportes, Sebastião Oliveira (PR) em recente solenidade de assinatura de ordem de serviço,  com a presença do Prefeito  o  recapeamento asfáltico do perímetro urbano da Rodovia PE-071 e da construção da terceira entrada de Chã Grande.

A festa do Agricultor contará com os shows, no sábado, dia 25,  do cantor Pedrinho Pegação e Forró Topado. E no domingo, dia 26, entre as atrações está:Forró do Pistolão e a banda Calcinha Preta. A realização da festa é do Departamento do Turismo e Prefeitura do município.

 

NO HOTEL PORTAL DE GRAVATÁ – Sebrae realiza de 28 a 30 de novembro, a 13ª edição de Feira de Turismo Rural

O turismo rural no Brasil está intrinsecamente ligado à preservação e valorização da paisagem do campo, das tradições históricas e culturais, da biodiversidade.

RURALTUR 2016 - Visita técnica 2(1)Mas discutir o assunto de maneira atualizada implica também falar de inovação, modernidade, acessibilidade, respeito, segurança e infraestrutura.

Entre os dias 28 e 30 de novembro, Pernambuco sedia a 13ª Feira de Turismo Rural – Ruraltur, que será realizada no Hotel Fazenda Portal de Gravatá, no Agreste pernambucano.

O evento é uma iniciativa nacional do Sebrae que será realizada em parceria com a Associação Pernambucana de Turismo Rural (Apeturr), EMPETUR e Prefeitura de Gravatá.

O objetivo é conectar as diferentes matrizes culturais dos estados brasileiros com a disseminação de informações, redes de contatos, conhecimentos técnicos e comercialização de destinos turísticos.

A Ruraltur é considerada a melhor vitrine de produtos, serviços e conhecimentos de turismo rural do país e visa criar um ambiente favorável para o desenvolvimento setorial, gerando oportunidades de negócios para os expositores e potenciais compradores.

Na sua 13ª edição, a feira terá como tema o Turismo Rural, a Produção Associada e Economia Criativa, com a valorização dos elementos e referenciais do campo.

O foco principal do evento é a venda de roteiros turísticos e a integração das cadeias produtivas, por meio das seguintes ações: feira de produtos e serviços, caravanas estaduais e regionais, rodadas de negócios, Cine – Benchmarking, apresentação de cases de sucesso, rodas de conversa empresarial, visitas técnicas, seminários e mostras culturais.

ECONOMIA

RURALTUR 2016 - Visita técnica 1Com o aumento histórico da concentração de pessoas nos grandes centros urbanos, o interesse pelo turismo rural tem crescido em todo o mundo.

A Organização Mundial do Turismo estima que 3% dos turistas escolhem viajar para o campo. Setor que cresce 6% ao ano, de acordo com o Instituto de Desenvolvimento do Turismo Rural e Equestre (IDESTUR), o segmento desponta com grande potencial econômico e de investimento para os próximos anos.

No Brasil, os equipamentos turísticos regionais e seus empreendedores compõem um diferencial competitivo que soma aproximadamente 15 mil propriedades abertas à prática do turismo.

As regiões Norte e Nordeste somam 20% da demanda pelo turismo no campo.

O Nordeste se destaca pelo investimento no fortalecimento do turismo rural, com respostas satisfatórias no profissionalismo do setor, na formação de parcerias estratégicas e na geração de negócios concretos.

A base da atividade na região está fundamentada nos atrativos de natureza e riqueza histórica, nas fazendas e casarios rurais, nas manifestações e tradições culturais, paisagens, vegetação, artesanato, gastronomia e culto às referencias populares.

__________________SERVIÇO

13ª Feira de Turismo Rural – Ruraltur – Onde: Hotel Fazenda Portal de Gravatá | BR 232, s/n, Novo Gravatá – de 28 a 30 de novembro –

Inscrições gratuitas: www.ruraltur2017.com.br

Inscrições para as visitas técnicas: ruraltur2017@pe.sebrae.com.br

Custo para visitas técnicas: R$ 40,00 por dia

AVIAÇÃO – Azul anuncia novos destinos regulares e incremento de voos para alta estação em seu Hub no Recife

Capital pernambucana passa a se conectar diretamente a Paulo Afonso-BA e Cuiabá-MT

Avião da Azul_Hesíodo Góes(1)Motivada pela expansão substancial das operações em seu hub no Recife e pela crescente demanda do mercado, a Azul anunciou o incremento de algumas frequências para a alta estação,

Entre dezembro deste ano e fevereiro de 2018 (Guarulhos-Recife, Confins-Recife, Recife-Fortaleza, Recife-Maceió, Recife-João Pessoa e Recife-Natal).

Isso representará a maior operação da companhia em Pernambuco, com 100 movimentos diários para 25 destinos diferentes.

Além disso, a companhia divulgou a criação de duas rotas inéditas. A partir de agora, a capital pernambucana também se liga diretamente e de maneira regular a Paulo Afonso, na Bahia, e Cuiabá, no Mato Grosso.

Desde o início das operações em Pernambuco, o Hub da Azul vem transformando o panorama da malha aérea do Estado.

No ritmo do crescimento do setor do Turismo, a companhia vem ampliando o número de frequências partindo e chegando no Aeroporto Internacional do Recife, multiplicando os voos e o número de passageiros que chegam à capital pernambucana.

Para se ter uma ideia, em outubro, a empresa registrou um crescimento de 35% no número de voos operados na capital pernambucana em relação ao mesmo período do ano passado.

Em janeiro de 2018, a Azul oferecerá 124% a mais de assentos em relação ao mesmo mês em 2017.

 

Uber revela que hackers roubaram dados de 57 milhões de usuários

 Nomes dos usuários, assim como seus e-mails e números de telefone foram roubados.

uberO Uber disse nesta terça-feira (21/11) que hackers roubaram os dados de 57 milhões de usuários do serviço de transporte em todo o mundo no final de 2016.

Entre esses 57 milhões de usuários, há 600.000 motoristas, cujos nomes e números de carteiras de habilitação foram hackeados.

Os nomes dos usuários, assim como seus e-mails e números de telefone foram roubados, informou o diretor-executivo do Uber, Dara Khosrowshasi, em um comunicado.

Baseado em uma investigação externa, o diretor-geral do Uber afirmou que a informação sobre os trajetos realizados, os números de cartões de crédito e contas bancárias, os números de seguridade social e datas de nascimento dos usuários não foram roubados.

Khosrowshasi, nomeado para comandar o aplicativo em agosto, disse ter sido informado “recentemente” do incidente e que duas pessoas alheias à companhia seriam os responsáveis.

“Nada disso deveria ter acontecido, e não vou arranjar desculpas para isso”, acrescentou Khosrowshahi, embora tenha destacado que “o incidente não afetou os sistemas da empresa, nem sua infraestrutura”.

Dois membros da equipe de segurança da informação do Uber, que “comandaram a resposta” ao incidente e não alertaram os usuários que seus dados tinham sido violados foram demitidos da empresa com base em San Francisco, disse Khosrowshasi.

De acordo com uma fonte próxima ao caso, o Uber teria pago 100.000 dólares aos hackers para que destruíssem as informações, sem divulgar aos usuários ou aos motoristas, cujos dados estavam em risco.

O roubo de dados foi um novo golpe para a reputação do Uber, que tenta deixar para trás as acusações de falhas na verificação de antecedentes criminais de seus motoristas e de assédio sexual dentro da companhia.