CIUMEIRA DE POLÍTICOS. Demitiram o namorado de Fátima Bernrardes

tulio 2Pressão de deputados causou demissão de Túlio Gadêlha

 
Com informações do Blog da Folha – Folha de Pernambuco

folhaA demissão de Túlio Gadêlha do cargo de presidente do Iterpe foi provocada pela pressão de deputados estaduais da própria base do governador Paulo Câmara (PSB). Ao viajar para Petrolina nesta semana, o namorado da apresentadora global Fátima Bernardes fez vários anúncios e concedeu algumas entrevistas. Porém, esqueceu de avisar sobre a agenda aos políticos que possuem votos na região, como o deputado Lucas Ramos (PSB).

O resultado: Em um grupo do whatsapp, frequentado por aliados do Palácio, só se falava que a fama teria subido à cabeça de Gadêlha. Ele passou a ser visto como uma ameaça interna, diante da possibilidade de se candidatar na eleição deste ano. Não demorou muito, um grupo de deputados inconformados com sua postura se uniu e foi em comitiva pedir a cabeça do presidente do Iterpe para o governador Paulo Câmara.

No grupo do whatsapp, segundo fontes palacianas, até mesmo um membro do PDT, partido do qual ele é filiado, concordou com a exoneração de Túlio, diante de sua “falta de sensibilidade”. O próprio deputado Wolney Queiroz teria aceitado a demissão sem grandes resistências, em função do forte desconforto causado na base.

Gadêlha foi informado de sua demissão por telefone, menos de dois meses após tomar posse como presidente do órgão, que é ligado à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco.

Começa inscrição para programa que oferece bolsas para jovens que vão cursar o ensino superior em PE

Cadastramento no PE no Campus teve início ontem, sexta-feira (19) e segue até quarta-feira (24). Processo deve ser feito pela internet.

Com informações do Portal de Notícias G1 da Globo

Começa nesta sexta-feira (19) a inscrição para o Programa PE no Campus, que vai ajudar jovens a cursar o ensino superior. O cadastramento gratuito segue até quarta-feira (24), pelo site da Secretaria Estadual de Educação. Na primeira edição da iniciativa, o governo oferece mil bolsas de estudos.

O objetivo do programa é mobilizar e preparar alunos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e para o Sistema Seriado de Avaliação (SSA) da Universidade de Pernambuco (UPE). A ação também prevê apoio financeiro aos jovens de baixa renda da rede estadual de ensino que forem aprovados em instituições públicas de ensino superior.

Segundo as regras do programa, o candidato deve ter estudado todo o ensino médio na rede pública do estado e ter concluído, no máximo, há cinco anos. Também é preciso comprovar ser atendido no Programa Bolsa Família ou ter renda familiar inferior a dois salários mínimos, além de e residir a uma distância da universidade igual ou superior a 50 quilômetros.

De acordo com o governo, a distribuição das bolsas ocorrerá da seguinte forma: 100 para os classificados pelo SSA e 900 para os classificados pelo Enem. A bolsa será de R$ 950 no primeiro ano e R$ 400, no segundo. Essa quantia ajudará os selecionados nas despesas do curso, moradia, alimentação e transporte.

estudantesPE no Campus prevê apoio financeirto para estudantes que vão cursar o ensino superior (Foto: Katherine Coutinho/G1)  

PE no Campus prevê apoio financeirto para estudantes que vão cursar o ensino superior (Foto: Katherine Coutinho/G1)

Etapas

A seleção é dividida em três etapas. A primeira, de caráter eliminatório, será de análise dos dados e documentos exigidos no momento da inscrição eletrônica, como o CPF e o RG do estudante, além do comprovante individual da nota obtida pelo estudante no Enem e no SSA.

A segunda fase será de classificação dos mil estudantes selecionados para as bolsas. Para a terceira etapa, o estudante precisa anexar comprovante de residência, comprovante de matrícula e comprovantes de renda ou termo de autodeclaração de possuir cadastro no Programa Bolsa Família.

Todos os resultados serão divulgados no site da Secretaria de Educação de Pernambuco. O resultado final com a convocação dos classificados para assinatura de Termo de Compromisso do PE no Campus será divulgado no dia 19 de fevereiro.

Cronograma

Inscrições: 19 a 24 de janeiro de 2018

Divulgação da lista preliminar dos estudantes que atenderam os requisitos do programa: 25 de janeiro de 2018

Recursos: 26 e 27 de janeiro de 2018

Resultado do recurso e divulgação dos classificados para as bolsas: 29 de janeiro de 2018

Comprovação dos requisitos dos classificados: 30 de janeiro a 08 de fevereiro de 2018

Resultado final: 19 de fevereiro de 2018

“GALO SANGUE BOM” – Galo da Madrugada faz campanha para incentivar doação de sangue

galoIntegrantes do maior bloco carbavalesco do mundo  estiveram neste sábado (20) no Hemope, com passistas e porta-estandarte, para divulgar a campanha.

galo eGalo da Madrugada está realizando uma campanha nas redes sociais para convocar a população a doar sangue antes do carnaval.

Na manhã deste sábado (20), o porta-estandarte, passistas e até o presidente do bloco, Rômulo Menezes, estiveram na sede da Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope), no bairro das Graças, Zona Norte do Recife, para incentivar a doação. (Veja vídeo acima)

“Um grupo de funcionários do Galo organizou, a pedido dos diretores, a campanha #GaloSangueBom. E houve uma adesão grande interna no bloco e também de foliões. É uma campanha humanitária que se insere no espírito do Galo da Madrugada”, afirmou Menezes.

De acordo com a supervisora de captação de doadores de sangue do Hemope, Josinete Gomes, janeiro é um mês crítico de queda do estoque, porque as pessoas estão de férias e há uma redução do comparecimento do doador de sangue.

“É importante lembrar que o carnaval é uma festa de grande aglomeração, além de que muitas pessoas também pegam a estrada. Então a gente está mais exposto a uma situação de acidente e todas as emergências têm que estar prontas para atender uma necessidade para o uso do sangue. Por isso a chamada à população antes do carnaval, para que realize sua doação”, completa Josinete Gomes.

Podem doar sangue homens e mulheres com idades entre 16 e 69 anos, bem de saúde, com peso acima de 50 quilos. O doador deve comparecer ao hemocentro alimentado e com documento de identificação com foto.

Para os menores de 18 anos é necessário a presença e o acompanhamento de um dos pais ou responsável legal, durante o processo de doação. Caso o doador opte por realizar a sua primeira doação após os 60 anos, será necessária uma avaliação e aprovação prévia do seu médico acompanhante.

O Hemope fica na Rua Joaquim Nabuco, 171, nas Graças. O atendimento é de segunda a sábado, das 7h15 às 18h30, inclusive nos feriados. Mais informações pelo telefone (81) 3182.4600.

A Orquestra Sinfônica do Recife (OSR), a mais antiga em atividade no Brasil, enfrenta um impasse.

Músicos reclamam que a OSR conta hoje com cerca da metade dos músicos concursados previstos no seu quadro funcional e cobram a realização de concurso para a contratação de novos instrumentistas.

or

Apesar de ter iniciado, a partir de 2013, sua reestruturação, o processo ficou estagnado após a importante aprovação, em 2015, do Plano de Cargos e Carreiras.

Músicos reclamam que a OSR conta hoje com cerca da metade dos músicos concursados previstos no seu quadro funcional e cobram a realização de concurso para a contratação de novos instrumentistas.

Outras demandas são uma melhor infraestrutura e um calendário mais organizado e mais ativo para a orquestra, que apresentou apenas dez repertórios no ano passado, número considero baixo para o seu porte.

Os números explicam a preocupação dos músicos. A OSR, regida e comandada atualmente pelo maestro Marlos Nobre, vai trabalhar em 2018 com apenas 61 músicos concursados, ou seja, cerca de 50% do seu tamanho previsto de 120 instrumentistas.

A prefeitura fala em um número total de 85 integrantes, mas o levantamento da comissão representativa de músicos da OSR contabiliza 72, onde pelos menos 11 deles são “estagiários” que desempenham a função de profissionais e são contratados como prestadores de serviço.

O último concurso para a orquestra foi realizado há 15 anos e, desde então, muitos saíram para outras filarmônicas ou para se aposentarem. A fim de continuar funcionando, explicam os membros da comissão, tem sido necessário contar com músicos temporários.

ESTAGNAÇÃO

A pequena quantidade de apresentações – uma por mês, com dois meses de recesso – também é pontuada por músicos e por pessoas que seguem a OSR.

Para o vereador André Régis (PSDB), que acompanha as atividades da orquestra, a sinfônica tem falhado em cumprir o seu papel de formação cultural na cidade.

A queixa também se vê entre os músicos. Nos números oficiais, foram 19 apresentações, mas nove delas foram concertos para jovens, que funcionam como um ensaio final aberto para o público, como o mesmo repertório.

O funcionamento imediato da OSR ainda enfrenta outro problema.

Atualmente, a orquestra está sem um regente assistente, e Marlos Nobre acumula o posto de maestro e diretor artístico.

Os músicos ainda reclamam do isolamento da orquestra do panorama nacional. Há mais de dez anos que a OSR quase não trabalha com regentes e solistas convidados.

Recentemente, houve uma mudança na locação da orquestra dentro da estrutura da prefeitura. Antes ligada à Secretaria de Cultura, ela vai ficar vinculada à Fundação de Cultura, o que, para os músicos, traz boas perspectivas.

André Régis acredita que a OSR poderia realizar atividades na rede municipal de ensino, por exemplo. “A orquestra não toca o suficiente, não cumpre seu papel de educação musical e difusão da cultura erudita. Ela poderia ser até um dos instrumentos de atração de pessoas de fora do Estado para o Recife”, comenta o vereador.

Procurado para falar sobre a OSR, o maestro Marlos Nobre disse que não comentaria o assunto. Já a Fundação de Cultura, por meio de nota, destacou a atuação da OSR, mesmo em um “delicado momento econômico”.

“A Prefeitura do Recife assegurou o pleno funcionamento da Orquestra Sinfônica do Recife, com remuneração garantida e definida pelo Plano de Cargos e Carreiras implantado em 2015, para atender um pleito histórico dos músicos, que praticou reajustes de até 50% nos salários.

Também foi assegurado um calendário regular com apresentações mensais para o público em geral, no Teatro de Santa Isabel, precedidas sempre por concertos-aulas, dedicados à formação de público.

Foram 19 encontros com o público no ano passado”, diz o texto. “Sobre concursos, contratações e eventuais mudanças no calendário de apresentações da Orquestra Sinfônica do Recife, a Prefeitura do Recife mantém permanente diálogo com os músicos e maestro sobre adequações necessárias e possíveis.”

Julgamento de Lula será transmitido ao vivo pelo YouTube

YouTubeO julgamento relacionado ao caso do tríplex no Guarujá está marcado para a próxima quarta-feira (24) em Porto Alegre (RS) e terá a cobertura completa da Imprensa, uma vez que a sessão será transmitida no canal oficial do TRF4 no YouTube.

lula laSão Paulo — O julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) será transmitido ao vivo pelo YouTube, segundo informações do próprio tribunal ao site da Revista EXAME.

Em julho do ano passado, o petista foi condenado pelo juiz Sergio Moro a 9 anos e meio de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Segundo a sentença de Moro, Lula teria recebido propina da empreiteira OAS em forma de um apartamento tríplex no Guarujá, litoral de São Paulo, como contrapartida a contratos fechados com a Petrobras durante sua gestão.

Como será o julgamento de Lula no TRF4

– A sessão começa às 8h30 com a abertura do presidente da 8ª Turma, o juiz de segunda instância Leandro Paulsen.  Em seguida, o relator, desembargador federal João Pedro Gebran Neto, faz a leitura do relatório do processo.

– Na sequência, o Ministério Público Federal (MPF) faz suas alegações quanto à situação dos réus em até 30 minutos.

– Depois, se pronunciam os advogados de defesa, com tempo máximo de 15 minutos para cada réu. No total, será disponibilizada uma hora para o conjunto das sustentações orais da defesa.

– A seguir, o relator faz a leitura do seu voto e passa a palavra para o revisor, o desembargador Leandro Paulsen, que profere o voto e é seguido pela leitura de voto do desembargador federal Victor Luiz dos Santos Laus

–  Pode haver pedido de vista e, assim, o processo é decidido em uma sessão futura.

– Se não houver pedido de vista, Paulsen, que é o presidente da 8ª Turma, proclama o resultado sobre a condenação.

Se a condenação dos réus for confirmada pelos juízes, a execução da pena pelo TRF4 só ocorrera após o julgamento de todos os recursos em segundo grau.

De acordo com o tribunal, os recursos possíveis são os embargos de declaração, com pedido de esclarecimento da decisão, e os embargos infringentes, quando não há unanimidade na decisão entre os juízes. 

Vale destacar que os embargos infringentes são julgados pela 4ª Seção do TRF4, formada pelas 7ª e 8ª Turmas, especializadas em direito penal.

Saiba como será o julgamento de Lula no TRF-4, em Porto Alegre, as 8hs30, na quarta-feira dia 24 de janeiro

lulaTrês desembargadores vão julgar o recurso do ex-presidente Lula no processo do triplex na segunda instância.

lula 3 

O recurso apresentado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no processo do triplex será julgado na próxima quarta-feira (24) pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), segunda instância das ações da Operação Lava Jato.

O caso será analisado pelos três desembargadores que integram a 8ª Turma do TRF-4, em Porto Alegre.

Lula foi condenado na primeira instância pelo juiz Sérgio Moro a 9 anos e 6 meses de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Na sentença, Moro sustenta que o ex-presidente ocultou a propriedade do triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo, e que o imóvel foi recebido como propina da empreiteira OAS em troca de favores na Petrobras.

O julgamento no TRF-4 está marcado para as 8h30. Apenas este processo, que possui outros seis réus, está na pauta do dia 24.

Segundo o TRF-4, somente os advogados dos réus e profissionais envolvidos no processo – representantes do Ministério Público Federal (MPF) e servidores, por exemplo – acompanharão o julgamento na sala. Os demais, como jornalistas e autoridades credenciadas, poderão assistir à sessão em outra sala, por meio de um telão.

Como será a sessão:

  • O presidente da 8ª Turma, desembargador Leandro Paulsen, deverá abrir a sessão às 8h30

  • Na sequência, o desembargador João Pedro Gebran Neto fará a leitura de seu relatório

  • Após essa etapa, o procurador Mauricio Gerum terá 30 minutos para a manifestação do MPF

  • Depois será dada a palavra aos advogados. Eles se posicionarão no púlpito e cada um terá 15 minutos para fazer sua sustentação oral

  • Após a manifestação dos advogados, o relator Gebran Neto lerá o seu voto. Não há prazo determinado para a conclusão da leitura

  • O segundo a se manifestar será o revisor do processo, desembargador Leandro Paulsen

  • Por fim, o desembargador Victor dos Santos Laus fará a leitura de seu voto

  • Qualquer um dos magistrados pode pedir vista do processo, ou seja, mais tempo para analisá-lo. Se isso acontecer, não há data para a retomada do julgamento

  • Se não houver pedido de vista, o resultado do julgamento será anunciado ao fim da sessão, pelo desembargador Paulsen, presidente da 8ª Turma

Além dos advogados de Lula, estarão presentes na sala os advogados do ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, condenado em primeira instância a 10 anos e 8 meses de prisão; e do ex-diretor da área internacional da OAS, Agenor Franklin Magalhães Medeiros, condenado a 6 anos.

Também estará presente a defesa do ex-presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, que foi absolvido em primeira instância, mas requer a troca dos fundamentos da sentença.

O Ministério Público Federal pediu o aumento da pena aplicada pelo juiz Sérgio Moro ao ex-presidente Lula. O MPF recorre também das absolvições de três executivos da OAS: Paulo Roberto Gordilho, Roberto Moreira Ferreira e Fábio Hori Yonamine.

Desembargadores

Na condição de relator, o desembargador Gebran Neto será o primeiro a analisar as apelações apresentadas pela defesa dos réus e o parecer do MPF. O paranaense tem 53 anos, especialização em Ciências Penais e mestrado e doutorado em Direito Constitucional.

O segundo a se manifestar será o revisor do processo, desembargador Leandro Paulsen. Gaúcho de 47 anos, ele é o mais jovem da Corte. No currículo dele há uma especialização em Direito Penal e Tributário, além de mestrado e doutorado em Direito.

Decano do colegiado, o desembargador Victor dos Santos Laus será o último a votar. Com 54 anos e pós-graduado na área de Instituições Jurídico-Políticas, ele já atuou como Promotor de Justiça e Procurador da República.

ESTATÍSTICAS Enem 2017: 4,72 milhões de redações corrigidas. Total de alunos com nota mil na redação caiu de 77 para 53 e 309.157 tiveram notas zero.

enen 6Foram 4,72 milhões de redações corrigidas e somente 53 notas máximas. Cópia dos textos e justificativas para as notas sairão em 19 de março.

Apenas 53 alunos tiraram nota mil na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017, de acordo com o Ministério da Educação (MEC).

O número representa uma queda no total, já que no ano anterior foram 77 notas máximas obtidas na prova. Neste ano, os candidatos escreveram sobre o tema “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil“.

O número de alunos com nota máxima na redação foi um dos dados apresentados pelo MEC nesta quinta-feira (18), data da liberação das notas do Enem 2017 (disponível na página do participante: https://enem.inep.gov.br/participante/.)

Notas zero na redação

Das 4,72 milhões de redações corrigidas, 309.157 tiveram notas zero. A fuga ao tema da prova foi o motivo para zerar a redação. Em 2016, apenas 0,78% dos alunos cometeram este erro. Em 2017, o número subiu para 5,01%.

 Apesar de haver menos “notas mil” em comparação com o Enem do ano anterior, em que 77 alunos tiraram a nota máxima na redação, o rendimento dos estudantes foi melhor. A nota média da redação passou de 541,9 para 558.

Notas mil na redação do Enem

Maria Inês Fini, presidente do Inep, afirma que a quantidade de alunos que fugiram ao tema não é um dado que assusta – mesmo tendo subido 542%. “Não aumentou tanto”, “é absolutamente normal.”

De acordo com o Inep, 205 candidatos desrespeitaram os direitos humanos no Enem. Uma decisão do Supremo Tribunal Federal garantiu que esse tipo de prova não seria anulada. Na prática, o aluno não zerou a redação, só perdeu pontos.

Ainda segundo o instituto, apenas 6,5% das redações receberam nota zero. Os motivos foram: fuga ao tema (5,01%), prova em branco (0,80%), texto insuficiente (0,33%), parte desconectada (0,17%), não atendimento ao tipo textual (0,11%), cópia do texto motivador (0,09%), outros motivos (0,03%).

A presidente do Inep preferiu não avaliar a queda do número de alunos que tiraram nota mil na redação. “Não se pode fazer esse tipo de comparação porque são grupos de estudantes totalmente diferentes. Não tem como comparar com Justiça.”

Ainda de acordo com a presidente, a alta na quantidade de candidatos que fugiram ao tema da prova não salta aos olhos. “Isso é absolutamente normal. Não é uma coisa que chama a atenção.”

Texto e justificativas das notas da redação

O chamado “espelho das redações” sai no dia 19 de março. O espelho é a cópia digitalizada do texto escrito pelos candidatos na prova. Além deles, os participantes podem ver a nota e a justificativa atribuída pelos corretores a cada uma das cinco competências avaliadas na redação.

Neste mesmo dia, o Inep divulga o resultado dos alunos treineiros, que fizeram a prova sem validade para se candidatar a uma vaga no ensino superior.

Novas datas do Sisu

O ministro Mendonça Filho afirma que, como a divulgação das notas do Enem foi antecipada em um dia, a abertura do Sisu vai ser antecipada para de 23 a 26 de janeiro. O Sistema de Seleção Unificado (Sisu) seleciona estudantes com base nas notas do Enem para conceder vagas em universidades públicas.

Enem 2018: inscrições e datas das provas

O Enem 2018 será aplicado em 4 e 11 de novembro. O edital será publicado em 21 de março e as inscrições serão realizadas de 7 a 18 de maio.

Resultado de todas as áreas de conhecimento

Veja abaixo as médias gerais dos participantes por áreas em 2017:

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

  • Nota mínima – 299,6 pontos

  • Nota máxima – 788,8

  • Nota média Geral – 510,2

Redação

  • Redações Nota Zero – 309.157

  • Redações Nota Mil – 53

  • Proficiência Média Geral – 558,0

Ciências Humanas e suas Tecnologias

  • Nota mínima – 307,7

  • Nota máxima – 868,3

  • Nota média Geral – 519,3

Matemática e suas Tecnologias

  • Nota mínima – 310,4

  • Nota máxima – 993,9

  • Nota média geral – 518,5

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

  • Nota mínima – 298,0

  • Nota máxima – 885,6

  • Nota média geral – 510,6

Encceja

Na coletiva, foi anunciado também que o resultado do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) sai até dia 30 de março. O Inep frisou que existe, sim, a possibilidade de ele vir antes desta data, mas o órgão afirmou que trabalha com este prazo final.

Espera pelas notas: os memes

O resultado do Enem foi divulgado pouco antes das 12h desta quinta, depois da entrevista coletiva da presidente do Inep, Maria Inês Fini, e do ministro da Educação, Mendonça Filho. Os resultados são apresentados na página do participante: https://enem.inep.gov.br/participante/

Nota do Enem 2017 é divulgada. Apenas 53 alunos tiraram nota mil na redação

enen 1Apenas 53 alunos tiraram nota mil na redação, porém a nota média subiu de 541,9 para 558. Neste ano, os candidatos escreveram sobre o tema “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil“.

As notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 foram divulgadas nesta quinta-feira (18).

O resultado deve ser consultado individualmente: para isso, os candidatos devem acessar a Página do Participante (https://enem.inep.gov.br/participante/) e incluir CPF e a senha cadastrada.

O resultado dos treineiros só será divulgado em 19 de março. Na mesma data, o Ministério da Educação também vai disponibilizar os chamados “espelhos da redação”, que são a cópia digitalizada dos textos e as justificativas para as notas.

Nesta quinta, o Ministério da Educação (MEC) divulgou o balanço sobre o desempenho dos candidatos na edição de 2017 do exame.

Apenas 53 alunos tiraram nota mil na redação, porém a nota média subiu de 541,9 para 558. Neste ano, os candidatos escreveram sobre o tema “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil“.

O MEC também apresentou as notas mínimas e máximas em cada uma das cinco áreas da prova.

Usos do Enem: Sisu e programas

Com a nota do Enem 2017, os estudantes podem concorrer a uma vaga em uma universidade pública que tenha aderido ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2018. As vagas já podem ser consultadas. Serão 130 instituições no Brasil – 30 estaduais e 100 federais -, que ofertarão 239.601 vagas na graduação.

Nesta quinta-feira (18), o ministro Mendonça Filho afirmou que o período de inscrição do Sisu vai ser antecipado para os dia 23 a 26 de janeiro. As inscrições serão feitas no site do programa (http://sisu.mec.gov.br).

Para participar, é necessário ter tirado nota acima de zero na redação do Enem 2017. Como nos anos anteriores, cada candidato poderá se inscrever em até duas vagas, especificando a ordem de preferência e o turno no qual pretende estudar.

Também é necessário definir qual a modalidade no qual o aluno se encaixa – ampla concorrência ou alguma relativa às ações afirmativas (com critérios raciais ou sociais).

Mesmo que o candidato faça sua inscrição no primeiro dia, ele poderá alterar suas opções até as o prazo final. O sistema mostra, a cada dia, uma nota de corte parcial, baseada nas notas das pessoas que já se inscreveram até o momento naquele curso.

Enem 2018: inscrições e datas das provas

O Enem 2018 será aplicado em 4 e 11 de novembro.

O edital será publicado em 21 de março e as inscrições serão realizadas de 7 a 18 de maio.

CONCURSO 2018 – Pernambuco oferece 434 vagas.

 concurso-publico-2018Vagas em concursos federais está difícil. Alguns órgãos federais aguardam autorização para realizar concursos, entre eles IBGE, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Receita Federal, Ministério da Fazenda e Banco Central, cujas seleções costumam ser bastante disputadas

Com informações parciais do G1 da Globo Pernambuco

Com a escassez de concursos federais no país, os candidatos que buscam uma vaga no serviço público terão de ficar de olho principalmente nas seleções estaduais e municipais.

Nessas duas esferas, segundo levantamento do G1 em todos os estados, o total de vagas chega a 61,5 mil vagas (veja lista completa abaixo).

Mesmo com a restrição em decorrência do ajuste fiscal para equilibrar as contas públicas, alguns órgãos federais aguardam autorização para realizar concursos, entre eles IBGE, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Receita Federal, Ministério da Fazenda e Banco Central, cujas seleções costumam ser bastante disputadas (veja lista abaixo).

O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão informa que não antecipa informação sobre pedidos de concursos sob análise. O total de vagas previstas entre os órgãos que aguardam autorização do governo federal e os que já foram confirmados chega a 17,3 mil.

Assim, somando os poderes municipal, estadual e federal, o total de vagas chega a 78,8 mil.

434 VAGAS PARA PERNAMBUCO EM 2018

Governo de Pernambuco

80 vagas para assistente e analista, 10 para procurador do estado, 5 para calculista e 8 para analista administrativo de Procuradoria

Prefeitura de Recife

335 vagas para profissionais de saúde
Salários: de R$ 1.259,84 a R$ 8.244,85
Previsão de edital: janeiro

 Procuradoria Geral do Estado

10 vagas para procurador do Estado
Banca organizadora: Cebraspe

Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região

Pelo menos 9 vagas de analista judiciário e 23 de técnico judiciário
Banca organizadora: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Onze das 184 cidades de Pernambuco concentram quase metade dos homicídios de 2017

pactoAs cidades mais violentas são: Recife com 791 homicídios, Jaboatão dos Guarapes 398, Caruaru 262, Paulista 223, Cabo de Santo Agostinho 198, Ipojuca 139, Olinda 163, Petrolina 131, Vitoria de Santo Antão 123, Igarassu 92, Camaragibe 92, outros municípios 2.815

Quatro localidades não registraram morte violenta no último ano. Dados são da Secretaria de Defesa Social (SDS).

Com informações do Portal G1 da Globo Pernambuco

Ao fechar o ano com 5.427 assassinatos registrados, Pernambuco contabilizou um aumento de 21,1% no número de homicídios quando comparado com 2016. Com o total de 2.612 mortes, 48,1% das mortes violentas de 2017 se concentram em onze dos 184 municípios do estado. Dessa lista, oito cidades pertencem a Região Metropolitana do Recife (RMR). Os dados foram divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS) na segunda-feira (15).

Ao somar os 12 meses de 2017, a capital pernambucana disparou na frente quando o assunto é Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs).

Isso porque Recife registrou 791 casos do tipo, o que representa 14,6% do total. Na segunda posição está o município de Jaboatão dos Guararapes, localizado no Grande Recife, com 398 mortes, ou 7,3%. Já Caruaru, no Agreste, forma o top três das cidades com mais assassinatos registrados com 262 homicídios, o que representa 4,8%.

Menores índices

Em todo o estado, quatro localidades foram as únicas a não registrar assassinatos ao longo do ano de 2017. São elas: Salgadinho e Cumaru, no Agreste pernambucano, Ingazeira, no Sertão, e o arquipélago de Fernando de Noronha.

Outros quatro municípios registraram uma morte ao longo do ano, todos localizados no Sertão do estado. São eles: Calumbi, Granito, Quixaba e Solidão.

Crimes contra a mulher

Em todo o ano de 2017, houve 2.134 vítimas de estupro, número 8,7% menor do que as 2.311 vítimas que reportaram o crime à polícia em 2016. Os registros de crimes de violência doméstica e familiar, no entanto, cresceram 4,3%, já que houve 33.188 casos em 2017 e 31.466 casos em 2016. Para a SDS, o número reflete o aumento de denúncias de vítimas.

Reforço na segurança

De acordo com a SDS, a segurança em Pernambuco será reforçada com 1.322 novos policiais militares no primeiro trimestre. Há, também, previsão de abertura de mais 500 vagas em concurso público.

A SDS também promete reforço de 140 novos delegados, 620 agentes e 90 escrivães na Polícia Civil, além de 139 peritos criminais, 130 auxiliares de peritos, 73 auxiliares de legistas, 51 peritos papiloscopistas e 40 médicos legistas na Polícia Científica. No Corpo de Bombeiros, a previsão é de que 300 novos profissionais concluam o curso de formação em 2018.