50 anos que Miguel Arraes foi deposto pelo golpe militar de 1964. O neto Eduardo Campos levou flores para o túmulo do avô.

O governador não esqueceu de homenagear Dom Helder Câmara e o mártir Padre Henrique

arraes floresO governador Eduardo Campos (PSB) recusou diversos convites para participar de manifestações pelos 50 anos do golpe de 64, mas abriu uma exceção na manhã desta segunda-feira (31).

Às 10h, no cemitério de Santo Amaro, colocou uma coroa de flores no túmulo de Miguel Arraes, ao lado de sua avó e esposa de Arraes, Madalena Arraes;

Às 11h30, na Igreja da Sé, em Olinda, prestou homenagem aos túmulos de Dom Helder Câmara e do padre Henrique Pereira Neto.