Pedro Ramos empossado como presidente da AAPIG

aposentados 2

Tomou posse na manhã de hoje o novo presidente da Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Gravatá

AposentadosHoje pela manhã Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Gravatá, realizou o seu 2º aniversario e realizou a solenidade de posse do novo presidente, Pedro Ramos, tendo a participação dos idosos e aposentados e de varias autoridade, como Prefeito da cidade de Chã Grande Daniel Alves, o secretario de Indústria e Comercio de Gravatá Alexandre Rabêlo, o vereador Nino da Gaiola, o pastor da Igreja Batista Betânia, o assessor  Moisés Tenório representando o Prefeito, o tenente Lacerda representando a Policia Militar de Pernambuco e demais autoridades.

 

Com informações e fotografia de Samy Lemos, via Facebook

Circulo Operário comemora SUCESSO

CIRCULO 1

        Uma singela festa marcou na tarde de ontem o encerramento da conclusão dos cursos de Capacitação Profissional promovidos pelo Circulo Operário de Gravatá com o apoio e financiamento do WSM (Movimento de Solidariedade Cristã, dos trabalhadores da Bélgica), IPROS (instituto brasileiro de promoção social) e UGT União Geral dos Trabalhadores.

CIRCULO 2 CIRCULO 4 CIRCULO 3Na oportunidade foram concedidos os certificados a 180 pessoas que participaram dos Cursos de Corte e Costura, Técnicas Culinárias, Artesanato em madeira MDF e de formação política correspondente aos direitos e deveres do trabalhador em suas atividades de geração de renda e atividades da economia solidária, do trabalho decente sempre vinculado com as questões sócio ambientais. Nos últimos três anos os quatro cursos foram ministrados em 12 turmas de 15 alunos cada uma, com mais de 180 pessoas participantes e concluíntes.

O encerramento dos Cursos contou com presenças importantes como a da representante da Organização Internacional de Solidariedade WSM na América do Sul, Maria de Lourdes Afonso Navia (ela é de nacionalidade uruguaia e reside no Peru), dos diretores da IPROS-UGT, Paulo Roberto do Nascimento e Débora Bacane de Oliveira e Luís Gustavo Pádua Walfrido Presidente da UGT-PE.

A festa de encerramento dos cursos foi coordenada pela diretoria do Circulo Operário na pessoa do seu presidente Dayvison Barbosa com a equipe do C.O., Dona da Paz, Moisés Tenório, funcionários, professores e instrutores e familiares dos concluintes.

Em conversa com o BLOG a representante da WSM, Maria de Lourdes Afonso Navia revelou que a entidade internacional de financiamento dos cursos estava satisfeita com os resultados obtidos pelo Circulo Operário de Gravatá, com o apoio do IPROS-UGT.

A WSM é uma organização internacional de solidariedade constituída por trabalhadores cristãos com sede na Bélgica e foi criada no final da década de 1940 quando a Europa e aquele pais se recuperavam dos estragos da Segunda Guerra Mundial.

Os programas de solidariedade da WSM financiam atividades para trabalhadores cristão na África, Ásia e América do Sul, com recursos das contribuições sindicais de operários e aposentados daquele país (40%), além de contar com uma contribuição do Governo Belga gerada através da arrecadação de impostos (60%).

Além de financiar cursos, a entidade se preocupa com a formação profissional independente dos trabalhadores da economia solidária, do trabalho decente sempre vinculado com as questões sócio ambientais, enfocando a proteção social das atividades trabalhistas e seus direitos e deveres.

O convênio WSM- IPROS-UGT vai continuar investindo no Circulo Operário de Gravatá para formação e capacitação dos trabalhadores.

 

Governador EUARDO CAMPOS abre exposição fotográfica na Torre Malakoff

Iniciativa da  Secretaria  de  Cultura  a  exposição  “Nação  Leão  Coroado  150  anos” marca  as  comemorações  dos  150  anos  da  agremiação  recifense.  Já  a mostra “Pernambuco Vivo” é uma parceria do Governo do Estado com o Jornal do Commercio e retrata os patrimônios vivos em momentos do cotidiano.

eduardo na malakoffO governador Eduardo Campos,  secretário da Casa Civil, Tadeu Alencar, e o secretário executivo da Casa Civil e de Cultura, Marcelo Canuto, prestigiaram, na  noite  de  ontem  (25),  na  Torre  Malakoff,  no  Bairro  do  Recife,  a  abertura de  duas  exposições  fotográficas  com  patrimônios  vivos   de  Pernambuco  – artistas e agremiações que foram agraciados com o título em  reconhecimento à  sua  trajetória  e  contribuição  para  a  cultura  pernambucana.

A  mostra  “Nação  Leão  Coroado  150  anos”,  que  tem  curadoria  de  Lia  Miceli Lopez  Lecube,  reúne  46  imagens  que  ficarão  instaladas  nas  salas  Diálogos e  Alcir  Lacerda  até  o  dia  2  de  fevereiro  de  2014.

Os  registros  são  de  seis fotógrafos  pernambucanos:  Costa  Neto,  Diego  Di  Niglio,  Guga  Soares,  Ivan Alecrim,  Mateus  Sá  e  Roberto  Rômulo.   O  Leão  Coroado,  que  foi  declarado Patrimônio  Vivo  em   2005,  ano  da  instituição  do  título  no  Estado,  surgiu  no Recife,  em  1863.  Hoje,  a  agremiação  é  uma  das  maiores  defensoras  da tradição  de matriz  africana  no País. O maracatu,  atualmente  conduzido  pelas mãos  do  mestre  Afonso,  foi  definido  pelo  governador  como  uma  “resistência extraordinária”, que preserva a história e modos da comunidade.

Já  a  exposição  “Pernambuco Vivo”,  que  é fruto  de  uma  série  de  reportagens publicada  em  dois  cadernos  especiais  pelo  Jornal  do  Commercio,  no mês  de outubro,  é  composta  por  39  imagens  do  cotidiano  e  da  vida  dos  patrimônios vivos.  As  imagens  são   dos  fotógrafos  Heudes  Regis,  Ricardo  Labastier  e Priscila Buhr. As fotografias também fazem parte do acervo do JC Imagem. A mostra segue até o dia 5 de janeiro de 2014.

 

MEC investirá R$ 1 bilhão na capacitação de professores do ensino médio

 O Ministério da Educação (MEC) vai investir R$ 1 bilhão no Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio, cuja portaria foi publicada hoje (25) no Diário Oficial da União.

formação continuadaO Plano prevê a formação continuada de professores e a distribuição de bolsa mensal de R$ 200, de fevereiro a dezembro de 2014. Segundo o ministro Aloizio Mercadante, os recursos estão previstos no Orçamento aprovado pelo Congresso Nacional, não representando gasto adicional.

A formação exigirá dos professores a dedicação de três horas por semana. Tempo em que permanecerão na escola, onde participarão de rodas de discussão, orientadas por docentes selecionados e capacitados por universidades integrantes do programa.

Também está prevista a produção de material específico, que deverá ser acessado por meio do tablet distribuído pelo MEC. Segundo o ministério, todos os equipamentos necessários já foram repassados aos estados.

Podem aderir ao pacto, feito em duas etapas, os professores de escolas públicas que estão sala de aula. São mais de 495 mil mestres em todo o país e 20 mil escolas. No total, deverão ser beneficiados mais de 7 milhões de estudantes.