Para quem gosta de recordar com a professora DILSA MARIA FARIAS LOPES

A METAMORFOSE DE UMA CIDADE

 

    dilsa foto 1 Gravatá abrigava serenamente sua pequena população. O verde, o silêncio, a brisa refrescante de um clima excepcional brindava seus moradores com uma qualidade de vida bastante saudável. Vista do alto, mas parecia um pequeno tapete florido sobre os contrafortes do Planalto da Borborema.

O frio era constante o ano todo, mas sem ofuscar os lindos dias ensolarados que a natureza presenteava seus habitantes.

A cidade passou um bom tempo se desenvolvendo lentamente, tal qual uma criança engatinhando na criatividade de seu povo. Vivia sua história guardada num porta-joia como um tesouro de imensas raridades a serem exploradas um dia…

          E Gravatá dormia em berço esplêndido. Todavia, a população tinha muitos motivos para ser feliz. Correr para ver o trem passar, ter a mais famosa festa de Reis do agreste pernambucano, brincar os quatro dias de carnaval nos famosos blocos Mocidade Alegre, O Pato em Folia e nas noites “calientes” do C.D.G. Sem esquecer os eventos religiosos que aglomeravam  multidões… Andar pelo calçamento, pois quase não havia veículos, as serestas nas noites de lua, o São João com as fogueiras, adivinhações e quadrilhas improvisadas e a famosa feira para alegrar o final de semana. Dividir seu dia a dia, suas alegrias e tristezas com a vizinhança…Era assim Gravatá. Para os dias de hoje, talvez um pouco solitária e melancólica, porém proporcionando a seus habitantes uma imensa alegria de viver!

Mas chegou um dia em que essa serenidade, esse marasmo mudou de tom e Gravatá chamou a atenção de muita gente. A pérola saiu da ostra! E assim galopou com rapidez nos caminhos do desenvolvimento. Fizeram uma nova cidade. As mudanças surgiram numa rapidez incrível, muitas vezes passando por cima de coisas que foram feitas com carinho, com arte e criatividade pelos nossos antepassados.

É comum o antigo cair no esquecimento. E o desenvolvimento torna o passado cada vez mais distante…

Uma coisa é importante, preservando as poucas coisas que restam do passado, seja na manutenção dos prédios centenários, seja nas histórias contadas pelos últimos remanescentes de gerações passadas, sempre haverá algo para ser lembrado, revivido e nunca esquecido!

 

Dilsa Maria Farias Lopes (dilsamaria@gmail.com)

 

SOLIDARIEDADE – Participantes da “Cavalgada da Lua”, a ser realizada na noite de hoje em Gravatá, fazem doação de alimentos e brinquedos

cavalos noturnos 1

A foto é de arquivo

A noite de lua cheia de hoje em Gravatá será dos cavalos e cavaleiros

Sair por aí em grupo organizado, montado em cavalos percorrendo à noite de lua cheia, os caminhos de beleza natural de Gravatá virou modismo e atração turística na cidade.

A cada mês a Cavalgada da Lua ganha proporções bem maiores, e a partir de hoje, traz uma proposta de solidariedade. Cada cavalheiro vai colaborar com dois quilos de alimentos não perecíveis ou brinquedos e utensílios para serem doados as famílias carentes de Gravatá, em evento promovido pela Secretari8a Municipal de Assistência Social – dirigida pela Primeira Dama Pau7la Martiniano – até o final do ano.

A Cavalgada da Lua da Solidária é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Turismo que a cada mês fica mais organizada e participativa.

Os cavaleiros que vão abraçar a causa podem fazer a entrega dos donativos durante a concentração dos seus animais no Pátio de Eventos da Cidade, a partir das 19 horas deste sábado.

 

 

10º Encontro Pernambucano de Vaículos Antigos é sucesso absoluto no Hotel Portal de Gravatá, até o domingo

carro antigoA exposição é gratuita, aberta ao público e reúne cerca de 300 automóveis antigos, verdadeira relíquias. Gravatá é um dos mais importantes polos de automóveis antigos de colecionadores do Nordeste.

O hoteleiro Eduardo Cavalcanti nunca imaginou que uma ideia e iniciativa sua fosse um dia ter tanto sucesso. Gravatá foi invadida neste fim de semana por centenas de veículos antigos de inúmeras marcas e diferentes anos de fabricação, verdadeiras relíquias de colecionadores de todos o Nordeste.

A 10ª Edição do Encontro Pernambucano de Veículos Antigos e o 9º Encontro Nordestino de Veículos Antigos é sucesso absoluto em Graavatá neste fim de semana. Os eventos são promovidos pelo Clube de Automóveis Antigos de Pernambuco (CAAPE) no Hotel Portal, reunindo cerca de 200 colecionadores e 300 automóveis.

Quem visitar a exposição vai ficar surpreso com tanta relíquia trazidas da Bahia, Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí, além dos automóveis dos colecionadores pernambucanos e gravataenses.

A exposição termina domingo.

 

 

O que era não é mais, mas pode voltar a ser …

Reuniões da Câmara dos Vereadores de Gravatá pode voltar a ser realizadas no período da manhã.

Além da volta das reuniões no período da manhã, a Câmara deve colocar em votação as mudanças no Regimento Interno daquela Casa Legislativa e as prováveis eleições para reeleição da Mesa Diretora para o biênio 2015-2016.

Outra questão que certamente vai mobilizar a população é a votação das contas rejeitadas da Prefeitura, do exercício de 2006 do Joaquim Neto quando o mesmo era o prefeito.

 

Em encontro com pré-candidatas, FBC destaca importância da mulher nas eleições 2014

FBC não pára!

-   FBC IIO vice-presidente nacional do PSB, Fernando Bezerra Coelho, participou, na noite desta terça-feira (12), em Brasília, do encontro “As mulheres e as eleições 2014”. O seminário reúne as pré-candidatas da aliança PSB-Rede para a disputa eleitoral do próximo ano com a finalidade de discutir a ampliação da participação feminina no cenário político e reforçar as candidaturas das socialistas.

Fernando Bezerra integrou com outras lideranças do partido a mesa de abertura do evento. Para FBC, as militantes da aliança PSB-Rede terão papel decisivo nas eleições de 2014. “Todos admitem que teremos protagonismo no próximo ano e esse encontro é importante para mobilizar as mulheres em cada estado. Vamos multiplicar este ânimo e essa vontade de fazer acontecer nas eleições. Que vocês mulheres socialistas possam multiplicar tudo aquilo que precisamos para um novo Brasil”, afirmou o ex-ministro na abertura do seminário.

Cerca de 250 militantes, pré-candidatas e convidadas de outros partidos como a ex-vereadora de São Paulo, Soninha Francine (PPS), participam do evento. Uma das estrelas do encontro é a deputada federal, Luiza Erundina (PSB/SP), que destacou o momento singular vivido no Brasil para a ascensão de uma nova política. “Nós queremos que esse momento de relação política entre PSB e Rede fortaleça as propostas de ambos os lados, que se volte ao que as ruas precisam e pedem: uma reforma política, um novo modo de governar”, concluiu a parlamentar.

Tá DIFICIL …! Mas o BLOG volta, pleno! Já Já !

O BLOG do Castanha está com a melhor equipe da cidade. Por motivos técnicos ainda não entrou definitivamente em sua telinha, apesar do FACEBOOK ser um caminho para todos acessa-lo.

 

Ainda não vou revelar o nome dessas excelências da mídia interativa que estão cuidando da nova fase do BLOG. E como vem novidades por aí!

Falta ajustar umas coisas com o novo provedor que pediu 72 horas de prazo para colocar o BLOG no ar.

Enquanto isso, estou aqui quebrando a cabeça e super chateado por estar longe do meu público.

Tem gente até me julgando como incompentente pelo BLOG estar parcialmente fora do ar.

Todo mundo sabe que BLOG não enche barriga, mas as pessoas, que por mais de 7 milhões de vezes acessaram nossa página nos últimos cinco anos, não se conformam com a ausência temporária do melhor site jornalístico da região.

O Editor.

 

 

Talento

Talento

Aos 16 anos de idade, nosso pianista de talento participa de um Concurso Nacional dos mais expressivos do Brasil. E Gravatá em peso vai ficar na torcida pelo sucesso do rapaz.

 

Caro Cláudio Castanha

“Este é o primeiro concurso que irei participar e, sendo a primeira vez, estou muito ansioso.

Agora, faltam apenas alguns dias e o crucial é manter a calma e controlar a ansiedade, a vontade de conhecer esse mundo de concertos e apresentações.

Em outros momentos deste ano, aprendi que se a vida nos da uma chance, não devemos deixar que essa chance vá embora sem que a gente aproveite alguma coisa.

Não vou a esse concurso pensando no primeiro lugar.

Se for o caso e eu ganhar será ótimo mas estou visando principalmente a experiência como músico.

Nestes dois meses de estudo, consegui tocar peças que eu nunca me imaginei tocando.

Com certeza, essa é uma das experiências mais importantes da minha vida!

E, com certeza, vou levando comigo um pedaço de Gravatá.”