CINEMA – Produtores de Hollywood já estão na Tailândia planejando filme do resgate

TAILANDIAMichael Scott e Adam Smith, donos da Pure Flix, viajaram até o local onde 12 garotos e o treinador de futebol deles ficaram presos por 15 dias

Nesta terça-feira (10/7), o drama vivido por 12 garotos tailandeses e o treinador de futebol deles teve um final feliz.

Todos sobreviveram e foram resgatados depois de 15 dias presos na caverna Tham Luang,  no norte do país, depois de serem surpreendidos por uma tempestade que alagou o local.

Acompanhada com apreensão por todo o planeta, a história certamente teria potencial cinematográfico, só não se imaginava que os possíveis responsáveis agiriam tão rápido.

A operação de resgate mal terminou e dois produtores de Hollywood já estão no local estudando as possibilidades de criar e filmar um roteiro baseado no caso.

São eles Michael Scott e Adam Smith, donos da Pure Flix, que produziu Deus não está morto (2014).

A ideia deles é já entrar em contato com familiares dos Javalis Selvagens – nome do time pelo qual os garotaos jogam – e também com membros da marinha tailandesa que participaram do resgate.

“Eu vejo isso como um grande filme de Hollywood com os maiores astros do Cinema”, disse Scott à agência AAP.

Perguntado se não era muito cedo para iniciar essa abordagem, levando em conta o risco que os meninos corriam e a tensão vivida pelos familiares, Smith justificou sua iniciativa: “Haverá outras empresas de produção chegando, por isso temos que agir muito rapidamente”, informou o jornal inglês Daily Mail.