GENTE QUE O BRASIL NÃO PODE ESQUECER – DON HELDER CÂMARA, o “DON DA DA PAZ” dedicou sua vida ao povo oprimido brasileiro e a Democracia que vivemos ainda hoje.

Braziliaanse bisschop Don Helder Camara bij eucharistieviering in Den Bosch; tussen de deelnemers aan de Pax Christi voettocht *27 oktober 1974

Don Helder

Pregava uma Igreja simples, voltada para os pobres, e a não-violência. Foi grande defensor dos direitos humanos durante a ditadura militar no Brasil.

Dom Hélder Pessoa Câmara nasceu em Fortaleza-CE, em 7 de fevereiro de 1909 e faleceu no Recife em 27 de agosto de 1999, aos 90 anos de idade. Foi um bispo católico, arcebispo emérito de Olinda e Recife.

Foi um dos fundadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e grande defensor dos direitos humanos durante a ditadura militar no Brasil.

Pregava uma Igreja simples, voltada para os pobres, e a não-violência. Por sua atuação, recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais. Foi o brasileiro por mais vezes indicado ao Prêmio Nobel da Paz, com quatro indicações. Pressões politicas do governo brasileiros e seus acordos imperialistas internacionais sempre impediram essa premiação

A Lei nº 13.581, de 26 de dezembro de 2017, declarou Dom Helder Câmara como Patrono Brasileiro dos Direitos Humanos.